O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

conto da noiteO Conto da Noite
Rituais
As pessoas trabalhavam felizes em meio aos limoeiros. Homens e mulheres contentes colhiam os frutos que surgiam abundantemente naquele lugar.

Em meio ao tumulto, um casal arrumava tempo para brincar.


Publicado por Evandro Furtado

– que publicou 95 textos no ONE.

Ocupações: Estudante de Letras (sim, isto é ocupação) e escritor amador em tempo vago.

Base de operações: Lavras/MG (por mais que eu duvide que esteja realmente aqui, às vezes).

Interesses: Cinema, música, literatura, professional wrestling e uma boa pizza se for possível.

Autores Influentes: Stephen King, Dan Brown, Agatha Christie, Paulo Coelho, Tolkien.

Objetivos: Parafraseando o Coringa de Heath Ledger: “I just do things!”

>> Confira outros textos de Evandro Furtado

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

13

A Dama de Espadas – Capítulo Primeiro

Escritora: Tabata Scorpioni

a-dama-de-espadas

O mal da grandeza é quando ela separa a consciência do poder.
(William Shakespeare)

Havia muito tempo que não vinha nessa cidade. Nunca mais tivera coragem de colocar os pés nesse solo amaldiçoado. Uma terra que nunca lhe fizera bem algum. Só lhe trouxe dor, sofrimento e dificuldades.

(more…)

Publicado por ONEbot em: Contos | Tags: ,
303

A Guerra: Vampiros X Lobisomens

Escritor: Bruno Vox

a-guerra-vampiros-x-lobisomens

Anos de perseguição aos vampiros se sucedera. Os lobisomens não deram trégua, dos tempos da grande Babilônia a queda do Império Romano se travou batalhas intensas entre as casas de Cão e de Caim.

Os lobisomens na sua forma animal eram praticamente indestrutíveis, não existia arma no mundo que penetrasse em seu couro e seu poder de cura na forma canina era impressionante. Por isso, a única forma de matar um lobisomem era quando este estivesse na sua forma humana. Já os vampiros são mortos se cortando-lhe a cabeça.

(more…)

Publicado por Bruno Vox em: Contos,Vampiros e Lobisomens | Tags: , ,

O Teste do Vampiro

Escritor: J. G. Valério

vampiro

(esta história é baseada em fatos reais)

Hoje pode ser que ninguém acredite em mim, muitos acham que eu sou louco, ou que apenas esteja inventando uma história qualquer para contar vantagem sobre alguma coisa. Independente do que os outros acham, eu tenho certeza do que aconteceu naquela noite quente de novembro, a muitos anos atrás.

(more…)

Publicado por The Gunslinger em: Contos | Tags: , , ,
12

Crônicas de Rogarn – Parte III

sol-negro

Se você não leu ainda: link do prólogoparte I e parte II

—————————————————————————————————————

Urgorn

O som da pena rabiscando contra o pano do pergaminho era uma das poucas coisas que quebravam o silêncio do escritório. A ele juntava-se a pesada respiração do Comissário e o eventual ranger de dentes. Não queria estar ali, não gostava do trabalho, mas não havia ninguém melhor para fazê-lo.

Urgorn levou a mão esquerda no rosto e depois coçou a grossa barba negra. Seu dia tinha começado muito mal.

(more…)

Publicado por Gustavo Rebello em: Contos,Crônicas de Rogarn |
57

O Beijo da Morte

beijo-da-morte

Escritor: Sombra Posthuman

Dei mais um gole no uísque que carrego comigo e subi a escada tropeçando. A casa tinha acabado de abrir, mas eu já estava caindo pelos cantos. “Atualmente, beber tem sido a única forma de manter minha sobriedade.” Tossia muito. Meu pulmão já não andava muito bem, somando a alergia, minha garganta se enchia de pigarro e irritação. Entrei no banheiro pra me esvaziar um pouco e, antes de sair, dei a última tragada no cigarro. Soltei a fumaça, esvaziando o pulmão, mas o ar não entrou de volta. Tentei inspirar e nada, minha traqueia bloqueava o ar. Eu estava sufocando. Sem oxigênio no pulmão, em pouco tempo perdi minhas forças e caí. Eu estava morrendo e não havia ninguém por perto pra me ajudar. Fui me conformando e me dei conta de que aquele era o meu fim, no banheiro do Centro de Arte Maria Teresa Vieira. Um fim decadente assim como foi toda a minha vida degenerada, uma queda livre em direção ao abismo.

(more…)

Publicado por Sombra Posthuman em: Contos | Tags: , , , , , ,