O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(2) Moby [agenda]
(3) Prova [agenda]
(13) Burqa [poesia]
(11) Ursos [poesia]
(14) 100 [conto]

Publicado por ONEbot

– que publicou 282 textos no ONE.

Oi!

Sou o ONEbot. Se esse texto esta em meu nome, provavelmente ele foi publicado no ONE nos primórdios de sua existência.

O autor real do texto deve aparecer junto ao corpo dele, logo no incio.

>> Confira outros textos de ONEbot

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

May
29
2009

A Confissão – Segundo Dia

Escritor: Pedro Torres

confissao

Naquela mesma hora no dia anterior, eu voltei à igreja, não me benzi novamente, estava mais interessado em procurar a beata com os olhos, sem sucesso, eu fiquei apenas levemente frustrado, então entrei no confessionário:

– Olá padre. – eu carreguei a voz com um leve tom de sarcasmo.

– Você de novo?

– Sim, podemos continuar nossa discussão?

– Eu tenho escolha?

– Não, pelo menos até aquela beata aparecer de novo e me forçar a paquerá-la um pouco, vamos esperar mais alguns hipócritas querendo perdão não?

– È, pelo visto ser padre está custando mais de minha paciência do que eu esperava no confessionário, seria muito mais simples se só houvessem “hipócritas” querendo perdão, e não adolescentes gênios aparecendo aparecendo aqui para discutir teologia.

– È mais fácil lidar com os ignorantes não? aliás, falando em inteligencia, soube bastante sobre você, filho de um cardeal diretamente ligado ao papa, entrou na igreja para não decepcioná-lo, você é muito inteligente também, li um de seus textos teológicos sobre o Panteísmo, muito interessante,você acha que “Deus está em toda parte,assim como somos feitos de átomos…” muito boa seu texto, provavelmente Spinoza e você teriam uma boa conversa, possivelmente boas concordâncias,você não é um padre comum.

– Certo, agora você tem um plano diabólico envolvendo me fazer um ateu…ótimo, a única coisa que eu precisava, um adolescente com conhecimentos filosóficos querendo me converter.

– Mas é claro que se eu quisesse faze-lo se converter ao ateísmo eu teria usando de outro tipo de conversa, porém, preciso apenas de uma boa conversa.

– Você precisa de uma namorada.

– Você também.

– È claro que não! Sou um padre, fiz votos de castidade!

– Como se um homem comum conseguisse ser casto por mais de 1 ano, tenho duvidas da castidade do próprio Jesus Cristo.

– Mas o que é isso, você ousa duvidar da Palavra de Deus?

– Por favor, paremos de metáforas, eu sei que “Palavra de Deus” significa “Biblia” e sim, já que hoje em dia já tomei a biblia como Ficção, se Jesus realmente existiu, ele não deve ter sido muito divino para seus padrões, provavelmente deus “uns pegas “ na Madalena, me surpreende inclusive que Jesus tenha um sexo defino já que geneticamente são os genes masculinos que definem o sexo, os òvulos dão os genes Y e o espermatozoide pode dar Y ou X, dependendo poderá nasce menino ou menina, partido do preceito que foi o “Espirito Santo” que fecundou a Maria e…

– PARE, o que você está dizendo é completamente inconcebível, uma blasfêmia!

– Me surpreende inclusive que um homem com um intelecto do sue calibre me venha falar de “blasfêmia” e “votos de castidade”, use seu lado racional padre, será que existe um geneticista religioso?

– Eu não estou ouvindo isto.

– Está sim, ou pelo menos seu sub-consciente está.

– Certo, o que mais, vai me falar de incongruências bíblicas?

– Não preciso, pois você já sabe quais são.

– Não! Saia agora.

– Não,você não pode me forçar.

– Está certo, então por favor mantenha o nível de ousadia num limítrofe aceitável.

– Bom vocabulário, você deve ter o bastante para me explicar como noé construiu a arca e enfiou todos os animais dentro?

– Deus o deu conhecimento e ao barco estrutura para sobreviver ao diluvio.

– Sério? Certamente ele poderia ter construído um do nada, isso está contraditório, ainda mais com as afirmações panteísta que você fez em seu texto…

– Isso está indo rápido demais garoto, preciso de um tempo para processar as informações. – percebo um toque de ironia mas principalmente o cheiro do suor dele, nervosismo, certamente está mentindo.

– Você está mentindo.

– É claro, você acha que um religioso convicto como eu iria se converter tão fácil?

– Agora você esta falando minha língua, Desafio.

– Então façamos um desafio um ao outro.

– Fale mais.

– Que tal se durante os próximos 4 dias nos teremos stas discussões teológicas pelo tempo que a dedicada beata virá nos avisar que tem gente demais esperando,assim, ao fim de 4 dias, venhamos ao 8° dia contando de ontem, e veremos os resultados, se eu conseguir convencer você à se tornar religioso eu venço e você se tornará frade, se você me convencer à ser ateu, eu deixarei de ser padre e arranjarei uma bela namorada, que tal?

– Nada mais justo, já que vencerei.

Como que por destino e uma incrível coincidência alguem bate à porta e quando dei autorização para entrar, vejo a bela beata da minha idade entrando para avisar, ela não teve muita surpresa ao me ver e disse:

– Qual o seu nome?

– Lenin.

– Nome interessante – observou o padre

– Não gostaria de participar da discussão teológica ao meu lado e ao lado do padre? – perguntei

– Acho que não dá, tenho umas orações e uma confissão para fazer, à proposito meu nome é Isis.

– Outro nome interessante – observou o padre novamente.

– Aposto que o seu também é interessante padre – falei mesmo sabendo o nome dele

– Meu nome é Reverendo…

– Por favor, sem o “reverendo”

– Tá, meu nome é Yeltsin Al-Barrain

– Você veio do oriente médio? – perguntou a desinformada Isis

– Mais ou menos, não há tempo de explicar, Isis, tem mais fieis esperando não?

– Sim – respondeu como num anti-clímax.

– Bem, os hipócritas esperam afinal, vou sair, e você Ìsis, topa um lanchinho na padaria?

– Adoraria, mas tenho minhas preces e confissões hipócritas `a fazer.

– Como quiser, vou deixa-la com meu numero de celular caso mude de idéia – disse eu anotando num pedaço de papel e com uma caneta o meu numero.

– hmmm – ela murmurou e pegou.

– Certo, se os jovens apaixonados puderem dar licença mas eu tenho alguns fieis.

Sai do confessionário, e fomos para caminhos opostos, ao sair da igreja, um numero me ligou e aquela voz linda que ela tinha falou:

– Lenin?

– Sim?

– È a Ìsis.

– Percebi.

– Certo, que tal amanhã depois de sua “discussão teológica”

– Adoraria, mas e suas preces e confissões hipócritas?

– Cuido delas mais tarde, até mais queri…ops, quer dizer, Lenin.

– Até mais querida.

Desliguei e andei para minha casa para ir à mais uma tediosa seção de estudos… ou de poemas amorosos, ah eu odeio a adolescência.

18 Comments»

  • Jonesvg says:

    Ei pedro ficou massa essa parte, muito bom mesmo, mas assim 8º dia, segundo o padre são 4 mais os dois primeiros e no setimo devem retornar não é isso??

    Valeu cara bom find!

  • Pandion says:

    A imaginação do Pedro é ótima, deixo aqui então uma sugestão, a bíblia tem várias interpretações, dentre elas, a ocultista, que dá grande status e renome aos personagens dela, por exemplo, que José o pai de Jesus teria sido um grande mago de uma ordem, em que ele era o mago do fogo, que nesta ordem, devido ao seu elevado grau, ele teria recebido o título de ‘Carpinteiro’, e teria se preparado por muitos anos para receber tal filho, e Maria teria se purificado mentalmente e espiritualmente por muitos anos também. Estas informações são tão irrelevantes quando imaginar que um Jesus existiu e nasceu pobre numa manjedoura, mas certamente da pano para uma bela discussão. Abraços.

  • Pedro Torres says:

    @Jonesvg

    Não, serão mais 4 dias de discussão mais o 8° dia que indicará o vencedor dadiscussão.

    @Pandion
    otima questão,mas essa versão ocultista me parece muito irreal, mas certamente que considerárei sua spalavras no 3° dia.

  • Pandion says:

    Como eu disse, são tão irreais quanto a versão ‘normal’, mas certamente que gera discussão, por que imagine, um padre que estudou mais de 8 anos para ser padre, e um garoto chega com todas essas informações, o padre poderia se sentir ‘por baixo’.

    Ainda no mesmo pensamento de contestação, uma idéia legal também, é a de explicações realísticas paras as passagens bíblicas, exemplo: O milagre da multiplicação dos pães poderia ser explicado pelo fato dos beduínos sempre guardarem comida consigo, mas nunca repartirem, e alguém poderia tê-los sensibilizados fazendo com que todos repartissem o pouco que tinham. Esse tipo de argumento, eu particularmente acho ótimo, faz os religiosos ficarem com aquela cara de ‘é mesmo né’.

  • Pedro Torres says:

    qual sua religião Pandion?

  • Pandion says:

    Não tenho religião, já tinha lhe dito, estudei várias coisas, mas nem por isso significa que acredito nelas. A única coisa que eu realmente acredito é no ser humano, para mim, cada um é responsável pela sua evolução. Ter uma religião significa ter uma bengala aonde você se apoia para viver. E eu estou muito longe de precisar de alguma doutrina ou religião para achar significado na vida e nas minhas ações.
    Enfim, quando eu citar esse conhecimentos dogmáticos ou esotéricos, não se preocupe com a sua resposta, eu não me ofenderei com nada, mesmo por que não defendo eles também, eu apenas li muita coisa, e sei o que tem por ai. 🙂

  • Perder tempo falando mal de religião é a mesma coisa que defender.
    Vamos seus pulhas.. isso tudo é palhaçada, simplesmente ignorem e vivam suas vidas!!

  • Pedro Torres says:

    @Pandion
    hummm
    para resumir você é ateu.não?

    @The Gunslinger
    ahh, vamos lá, admita que religião dá umas boas historias e discussões.

  • Da boas historias…
    Ja discussoes nao, pois nao levam a nada.

  • Pedro Torres says:

    sei não. n to acostumado com o trio sagragado do brasileiro:
    Futebol, Politica e Religião.
    eu acho que isso tudo é discutivel, menos futebpol que é uma merda foda. lol

  • Havia um comentario de um Antonio aqui.
    Totalmente anonimo e dizendo simplesmente “Bull Shit!!!”

    Eu apaguei o comentario. Se alguem quer discordar de algo aqui, que assuma uma avatar.. pelo menos.

  • Pedro Torres says:

    OO
    que maluco.
    lol

    Ow Antonio, porque n vem aqui e discute como um verdadeiro intelectual religioso sem se esconder através de anonimato?

  • E.U Atmard says:

    Mesmo que Jesus tenha existido, e tal e tal, a verdade é que a religião se aproveitou disso para roubar os pobres de espírito…e depois defende-se, com a “palavra de Deus”. Não estudei teologia, nem faço questão de o fazer. Como o G. disse, a religião é uma perda de tempo. Em relação ao conto, está muito bom, mal posso esperar pelas continuações…(não é que a beata é atiradiça…) =D

  • Pandion says:

    Pedro, também não sou ateu, mas compartilho do ponto de vista deles sobre Deus.

  • Vitor Vitali says:

    Bem, achei meio falacioso como o anterior, mas se tratando de um texto literário está bem legal.Ri muito na parte do “Você deveria arranjar uma namorada. Você também”, Haha, muito bom. Por algum motivo seu texto me lembra George Carlin, que você certamente deve conhecer, acho os estilos semelhantes, mesmo que ele seja mais falacioso e mais ácido.
    Enfim, quero ver os próximos ;D

  • to gostando… embora eu concorde com o The Gunslinger que discutir religião não leve a nada e discorde que futebol seja uma merda, fotebol é bom sim. Embora, Pedro, vc consiga fazer historias legais, vale a pena investir se vc acha que no mundo há lugar para suas historias. Cada um investe no que acha melhor para sim, hunm? Abraços ae, irei procurar agora O Prédio, espero que tenha atualizado, caso tenha o feito, irei comentar lá, caso não, já deixo comentado aqui que espero pela continuação.

  • Sem querer por pimenta na fé dos outros (que não é refresco)…Achei bem legal o objetivo do conto, mas senti falta de alguma substância sobre o assunto tratado. Não sou católico, mas conheço seus ritos. Sou cristão, logo conheço bem a “palavra de Deus”, mas não to censurando ninguém, pelamordeDeus hein!
    Na verdade existe ai uma confusão nos processos de “convencimento” que enfraquece a história porque gera discussões com focos errados.
    Discutir religião é uma coisa, até muito saudável, mas quando vira uma disputa de convencimentos de ambas as partes, ai que vira antipatia, além dos argumentos de ambos os lados se enfraquecerem bastante.
    Minha sugestão seria abordar essa discussão por outro foco. Assim do jeito que está me parece um ataque óbvio e esperado de qualquer anti-católico/religião/Deus e não uma discussão inteligente.

  • Pedro Torres says:

    hummm
    obrigado pela sugestão.
    em breve estarei colocando mais capitulos.
    =D

RSS feed for comments on this post.TrackBack URL


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério