O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(2) Moby [agenda]
(3) Prova [agenda]
(13) Burqa [poesia]
(11) Ursos [poesia]
(14) 100 [conto]

Publicado por ONEbot

– que publicou 282 textos no ONE.

Oi!

Sou o ONEbot. Se esse texto esta em meu nome, provavelmente ele foi publicado no ONE nos primórdios de sua existência.

O autor real do texto deve aparecer junto ao corpo dele, logo no incio.

>> Confira outros textos de ONEbot

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Jul
17
2009

Sentindo na pele

poesiaAutor: Cristiano Faustino

Uma alma pálida, um
corpo sem vida, uma
vida sem corpo, um
sentimento em vão
mas como demora…
sua queda no chão.

A morte nada mais é
que a perda de sentimentos
a morte nada mais é
esquecermos dos momentos
a morte nada mais é
viver chorando aos lamentos.

Chorar para que?
Se eu pude viver…
Chorar para que?
Se morri sem sofrer…
mas vivi com amor.
o motivo do chorar foi,
acho que já sei.

Foi porque deixei quem possa
sentir minha falta.
Foi porque morri sem poder
fazer o que falta.
Foi porque morri sem fazer
alguém mais feliz.
Foi porque morri sem viver
sonhos que sempre quis.

Haverei de reencontrar, mas
me faça voltar, não quero
morrer, sem nem ter conseguido
viver, não quero fazer mais alguém
sofrer, quero amar quem me ama…e
ser quem estava presente em seus
sonhos, mas assim, caido
no chão, não…

Deixe me viver, pois palavras não
estão mais a sair, rimas não
vou conseguir, o ar não
vou respirar, quero…vi…ver.
Não me faça sofrer.
Ah!


Categorias: Poesias | Tags: , ,

2 Comments»

  • – O Cristiano é um novo escritor aqui no blog, ja me enviou um conto, mas resolvi colocar a poesia dele primeiro (seu conto entra em breve!) =)

    – Seja bem vindo!

  • E.U Atmard says:

    seja bem vindo Cristiano! Gostei muito da sua poesia, e fico à espera do seu conto.

RSS feed for comments on this post.TrackBack URL


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério