O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(2) Moby [agenda]
(3) Prova [agenda]
(13) Burqa [poesia]
(11) Ursos [poesia]
(14) 100 [conto]

Publicado por ONEbot

– que publicou 282 textos no ONE.

Oi!

Sou o ONEbot. Se esse texto esta em meu nome, provavelmente ele foi publicado no ONE nos primórdios de sua existência.

O autor real do texto deve aparecer junto ao corpo dele, logo no incio.

>> Confira outros textos de ONEbot

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Sep
16
2009

Cronicas Galácticas – Prólogo

Escritor: Pedro Torres

cronicas-galacticas

Wars…Wars never changes…” Frase da Trilogia de jogos Fallout.

Olá caro leitor, se você achou este texto, é porque você encontrou meus arquivos, meu nome é irrelevante, mas a questão é que quero-lhe apresentar o meu universo, sim, esté foi um ambisioso projeto de viagens inter-dimensionais, que eu desenvolvi em 2200, se você está lendo isso é porque o experimento foi um sucesso, é realmente uma pena a viajem ser de mão única, poderíamos trocas tantas tecnologias e culturas.

Você deve estar se perguntando: porque eu mandei um arquivo de um universo paralelo de uma terra de 2200, se você está em outra data aleatória entre 2000 e 2010? Bem, a tecnologia de viagens interdimesionais está plenamente desenvolvida, o problema é que a tecnologia de viagem do tempo não, só podemos mandar para qualquer data numa margem de erro de 5 anos pra mais e pra menos, em suma, é extremamente impreciso, mas então, qual é a minha missão para mandar este arquivo com vários contos para você? É uma historia complicada:

Tudo começou em 2049, neste ano a humanidade finalmente conseguiu se unir,foi chamada de USH como a nova ONU da 2° era espacial , com a colonização e incio da terra formação de de marte, que duraria 30 anos de sangue,suor e lágrimas, foi criada e instituída em 2051 o Terráqueo , a nova língua universal de fácil aprendizado com inspiração no Sindarin, Latim, Grego e outras tantas línguas originais.

Decerto que esta união foi um tanto conturbada, pois nem todos concordavam com a ideologia astrocapitalista adotada pela USH, dizem que se colocassem o astrocapitalismo no espectro politico ele estaria no centro tendendo pra a direita, porem é ainda mais justo que o capitalismo arcaico do primeiros anos 2000, seu princípios são os mesmos do capitalismo arcaico, mudando o fato de haver obrigatoriedade de serviços médicos,escolares e até sociais para todos os cidadãos, o problemas, dizem os opositores, são os chamados Neopárias, os intocáveis da sociedade espacial, eles são eram considerados cidadãos pelo novo sistema de governo, eles viviam na linha da miséria, vivendo de esmolas e serviços pesados, eles representavam uma parcela de 60% da população galáctica, outra classe de cidadão, com menos direitos eram os Estrangeiros, cidadãos não originários do planeta Terra, eles tem os direitos mais básicos mas não podem vivem entre os Terráqueos, eles representam a parcela de 30% da população de Humanos, os outros 10% eram os Cidadãos Plenos, eles tem os maiores cargos e privilégios, em suma,os opositores deste novo regime dizem que é um novo apartheid, trocando a segregação racial pela social.

A nova capital da humanidade se encontrava em Lunaris, que se encontrava no pólo norte da lua, quanto mais ao sul até o equador da lua mais pobre ia ficando a lua, no extremos sul da lua ficava Minerva , a capital de pesquisa cientifica da humanidade, onde pela primeira vez se achou bactérias em gelo nas profundezas da lua, no equador da Lua ficava as Wastelands ou as Cidades-Minas, onde milhares de Neopárias vivem em condições quase de escravidão enquanto fazem a mineração dos essenciais recursos minerais para a expansão humana.

Em 2060 , os dissidentes fugiram da perseguição da USH e montaram uma pioneira e poderosa base nas luas de Júpiter , com sede em Titã, lá eles vivem a NeoUtopia, ou pelo menos acham que vivem.

Esses próximos contos contarão historias da faixa do inicio da 2° era espacial (2049-2094) até o fim da 3° era espacial (2095-2185), todas foram escritas por vária pessoas nesses diferentes épocas e são as principais fontes históricas da caótica expansão humana que se deu de 2049 até 2094, mais do que as tendenciosas fontes da USH e da NeoUtopia, sejam bem vindos ao futuro.

No geral, não posso contar a você agora porque mandei esses arquivos, você terá de descobrir com o passar do tempo, lendo os contos contidos neste arquivo o motivo pela qual os mandei.”

19 Comments»

  • Gostei do tema Pedro. Uma FC bem descrita.

    E explique para o pessoal qual é o seu objetivo com esse conto!

  • Pedro Torres says:

    Gente, meu objetivo com este prologo é lançar uma especia ede unvierso open-source: aberta para todos que quiserem escrever nele, os contos que falei no textos são vocês que escreverão, todos que quiserem podem contribuir com o conto, contando que haja concordancia com certas regras:

    1 – me dar o credito pela ideia.
    2 – colocar o conto com a seguinte forma “Cronicas Galácticas – nomedoconto”.
    3 – este universo ficçional tme seu limiar em 2185, nenhum conto pode passar deste ano.
    4 – o unvierso ficçional tem inicio em 2049 com o inicio da colonizaçãod e marte e inicio da segunda era espacial.
    5 – está livre qualquer genero literario contando que esteja incluso na gama da Ficção cientifica.
    6 – contos pornograficos são permitidos mas não são encorajados.

    quaisquer duvidas é só comentar aqui que eu responderei como maior prazer. =D

    @Guns

    finalmente heim? ainda bem que você gostou.
    =)

  • Jones says:

    Ãh, tipo, sei la. Ei Pedrão, cara ficou boa esta descrição, mas tipo a coisa ficou meio superficial, sei lá, uma pequena dúvida, o quanto a humanidade expandiu?? Podemos sair do sistema solar e viajar para fora, ou estamos atados ao sistema solar? Bom por enquanto acho que esta era a minha duvida primordial, vou tentar escrever algo e depois te enviar pra ver se era mais ou menos o que você esperava.

  • Quanto ao “finalmente hein”, foi por esse motivo que criei a agenda. =)

  • Pedro Torres says:

    @Jonas
    antes de 2049 so existiam 3 bases na Lua, eu escrevi um conto em 2 partes falando melhro disso, mas minha ideia era deixar superficial mesmo, pois os detalhes seremos nós a contar, tipo, que tipos de dificuldades tiveram na construção das colonias de Marte, depois da terrafomrizaçãod e amrte, comos e deu a habitação? que tipos de tecnologias existirão nesse futuro?

    está tudo em aberto para escrevermos sobre.
    outra coisa que não tinhja pensando:
    Jà que vãs er várias pessoas escrevendo sobre esse tema ao mesmo tempo, podem sair algumasa coisas contraditórias, então pderemos ter 2 soluções, ou consideramso os dois contos como os dois lados da mesma estoria…ou podemos eleger o melhor e coloca-lo no ONE como oficial.
    o que acham?

    @Guns
    lol
    é uma otima solução.
    xD

  • Felipe Ferraz says:

    A ideia é muito boa!!

    Se quiser, posso colaborar, tenho algumas ideias. HEhe (primeiro eu escrevo a ideia do Jones, o DEIS, agora as Cronicas Galáticas.)

    abraços

  • Pedro Torres says:

    =)
    legal, aguardo então!
    =)

  • Eu também aguardo então! =)

  • Jones says:

    Certo, só Lua e Marte por enquanto. OK, as ideias que estavam fervilhando dão espaço para outras ideias huahuahuaha.

  • Pedro Torres says:

    mas tipo, tem Titã, tem Europa, a maioria das luas terrestres de Jupiter são territorio da NeoUtopia.
    dariam uma boa historia.
    outra, contos de piratas espaciais, principalmente nas areas em volta de Marte que são pouco vigiadas.
    a 3° era espacial começa com o temrino da colonização de Marte e começo da exploração humana para outrros sistamas solares e tal.
    espaço para ideias não faltam.
    =)

  • Jones says:

    Pedro, outra questão: Alienigenas? Foram feitos contatos ou não?

  • Pedro Torres says:

    hmm, nãos ei, ainda n pensei nsiso, você bem que poderia fazer umc onto sobr eo 1° contato dos humanso com alienigenas. e tal…

  • Jones says:

    Hum, pode ser, já tenho em mente, só não espere nada pacifico. Principalmente vindo de mim. he he he he he.

  • Pedro Torres says:

    hehehe
    vá em frente.
    =D

  • Artur says:

    Cuidado com palavras repetidades e alguns erros de digitação que podem facilmente ser corrigidos pelo word.
    Queria falar dos problemas primeiro pra ter mais tempo de resenhar sobre as virtudes. Muito boa maneira como escreve, é leve e de facil assimilação. A visão politica ainda precisa ser mais bem apresetada, mas o tema sociologico é muito bem contruido merecendo enfase na sociedade futurista. algo como admiravel mundo novo.
    =/

  • Pedro Torres says:

    @Jones
    Dá uam lhada com mais atenção, eu falei no conto que foram achadas bacterias no gelo de marte, ou seja, vida alienigena não-inteligente, seria mlhro se voc~ee screvesse algo com vida inteligente. =)
    @Artur
    obrigado pelas dicas, eu estou fazendo contos falando mais sobre a politica, a historia e tal, porque se eu fosse explicar tudo num conto só, ia ficar gigantesco, e tanto porque os paradigmas smepre estão mudando, lembre-se este universo ficçional abrange mais de 150 anos de historia, é muita coisa. e quanto aos erros de portugues e de digitação, é os eguinte: meu teclado está horrivel, algumas teclas n responde, é complciado digitar rapido como eu e ficar sem erros de digitação, eu sempre dou várias olhadas nos meus contos antes de mandar, para garantir que não há nada errado, ams sempre deixo escapar algo eu acho. xD

  • Bruno Vox says:

    Porra, gostei muito da ideia, bacana mesmo. Está demais.

  • Hreter says:

    Um projeto ambicioso, sim senhor. Talvez ambicioso demais. Antes de querer criar um universo, por que não começar com algo mais simples? Uma uva, por exemplo. Uvas são belas, lisas, multicoloridas, com um interior fascinante… Depois passe à uma passa, depois à uma maçã, uma melancia, a cabeça oca de alguem que você odeie… Afinal, em teu texto encontramos alguns “errinhos” e, como diria meu antigo professor de português, “errões”. Gramaticais e de concordança principalmente.

    Tal e como Douglas Adams nos apresentou no Restaurante do Fim do Mundo, o maior problema das viagens temporais é, de fato, gramátical. Nunca estudei gramática multitemporal, então acho que as trocas frenéticas de tempo verbal em um mesmo parágrafo estão corretos. “Eram”, “São”, “serão”…

    E essas virgulas? Pra quê tantas virgulas? Tem gente que não tem pique de ler algo que não tenha um pontinho de vez em quando, separando as orações.

    E sobre o universo… A ideia é bacana. Sejamos frangos, não muito original, mas quem disse que a originalidade dá dinheiro? O que dá dinheiro é o trabalho bem feito. Pegue essa ideia, apare as pontas, deixe-a tinindo e volte a escrever algo. Ainda não será perfeita, mas ei, estará mais perto =)

  • Ana Bourg says:

    O texto começa com “war never changes”. Só por isso ganhou a leitora aqui, que é fanática por Fallout.

    Em fim, favoritado para que eu leia assim que termianr as coisas da facul.

RSS feed for comments on this post.TrackBack URL


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério