O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(2) Moby [agenda]
(3) Prova [agenda]
(13) Burqa [poesia]
(11) Ursos [poesia]
(14) 100 [conto]

Publicado por ONEbot

– que publicou 282 textos no ONE.

Oi!

Sou o ONEbot. Se esse texto esta em meu nome, provavelmente ele foi publicado no ONE nos primórdios de sua existência.

O autor real do texto deve aparecer junto ao corpo dele, logo no incio.

>> Confira outros textos de ONEbot

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Sep
03
2009

O Sono Eterno

Escritor: Raphael Albuquerque

o-sono-eterno

O leito ao qual eu deitava todas as noites para descansar, agora me abraça de uma só vez, sinto que meus pés não voltarão a tocar a terra novamente. Estou deitado a muitas luas, muitos dias.

A doença corrói meu corpo, minha mente e minha alma. Pedi a Deus para que me levasse logo, o sofrimento é muito, mas, pior que o sofrimento, é ver minha esposa e filhos sofrerem junto de mim, ao pé da cama. Minha voz é fraca e estou muito debilitado. Os médicos visitam minha casa todos os dias, são homens bons, inteligentes.

Não deposito minha vida nas mãos deles, acredito que a ciência para qual estudaram, ainda não pode resolver problemas tão graves, talvez como esse meu. Hoje acredito no médico dos médicos. Nunca fui à igreja, seja ela qual for. Mas o mundo de hoje esta evoluindo cada vez mais rápido, as pessoas falam mais sobre religiões. Então sempre estive ouvindo histórias de pastores e muitos fiéis da casa de Deus, seja aqui ou acolá.

Agora, preso à minha própria cama, vejo o quanto errei ao deixar o convite de Deus passar frente a mim e não tê-lo pego. Mas as dificuldades que passo agora, mesmo no leito de morte, ainda servem como aprendizado.

Há dois dias um anjo está ao lado de minha cama. Ele é semelhante a um homem, mas de esplendor divino. Com as asas sempre recolhidas, olha-me com sorriso bondoso. De corpo fulgido, meus olhos ofuscam-se ao olhar para ele por muito tempo. Ainda não nos falamos, não é chegada a hora, eu sei, e ele também sabe. Apenas eu, sou capaz de vê-lo.

Sinto minha respiração pesada. Hoje me sinto diferente dos outros dias, estou impaciente. Muitos pensamentos me vêm à cabeça. Lembrei de minha infância, e meus falecidos pais. Oh Deus, como eles eram bons. Não consigo conter minhas lágrimas, olho para o anjo e ele chora por mim, acho que talvez ele possa ver meus pensamentos. Por muitas vezes blasfemei o nome de Deus, perguntava por que havia levado meus pais. Neste momento vejo o quanto fui rude e ignorante, peço-te perdão oh pai, mesmo velho e considerado sábio, vejo que não sei tanta coisa assim.

Apenas peço-te que cuide de minha alma, pois vejo que meus dias nesta terra estão chegando ao fim.

Meus pensamentos são interrompidos pela minha esposa e filhos, que entram no quarto. Hoje é domingo, e esta na hora do almoço. Como todos os dias, minha linda esposa vêm me alimentar no leito. O mesmo prato e colher, a mesma sopa de todos os dias. Tenho dificuldades de ingerir alimentos. Que saudade tenho de comer uma maça bem vermelha, tira-la ainda da árvore. Tudo isso se foi, não posso mais fazê-lo. Alimento-me com um pouco de dificuldade, logo minha esposa retorna aos seus serviços.

Ela é uma boa mulher, sempre nos amamos. Vejo em seu olhar, a angustia e a tristeza. Minha situação esta fazendo muito mal a ela.

Algumas horas se passam, e meu quarto é invadido por meus familiares. Meus irmãos e irmãs, primas e primos, minha esposa, filhos e até mesmo alguns tios meus. Meu coração dispara, fico emocionado e mesmo sem querer, minhas lágrimas rolam sobre minha face, sinto que é a última vez que os vejo. Alguns deles também choram, afinal, meu estado de saúde não esta nada bem. Talvez eles também saibam que “já estou de partida”.

Um ímpeto irrompe meu peito, sinto minhas últimas forças, olho para o anjo, ele toma uma posição apreensiva e diz:

– Está na hora. Diga Adeus aos seus familiares.

Olho para meu filho, já homem formado, educado. Minha filha, uma linda mulher.

Estendo a mão para ambos. Eles seguram com firmeza e choram diante de mim. Peço para que peguem a bíblia encima da estante do quarto. A bíblia que sempre ficara aberta no livro de Salmos, mas que nunca foi lida e estudada por ninguém da casa.

Olho para todos do quarto e digo:

– Só existe um livro, e é este!

Inevitavelmente, todos choraram, menos eu. Olhei para cada um e prossegui com meu discurso.

– Não chorem, nem se aflijam por mim, porque não tenho medo. Vou dormir em Jesus e no dia da ressurreição, vê-los-ei outra vez.

Estas foram minhas últimas palavras, palavras tranqüilas e de conforto. Senti vontade de sorrir, e o fiz para o anjo, que sorriu de volta.

Estendeu sua mão aprazível em minha direção e segurou meu punho. Como um piscar de olhos, dezenas de vezes mais lento, fui mergulhado na escuridão, e no momento seguinte acordei em um belo jardim.

Sentei. Como era lindo. O céu azul, sem poluição. Além de mim, havia outras pessoas, todas paradas, como se estivessem esperando alguém, outras pareciam dormir.

O mesmo anjo que estava em minha casa, surgiu de trás de uma árvore, veio até mim e disse-me:

– Agora você deverá esperar aqui, apenas alguns dias. Até a volta de nosso Senhor, para julgar todos aqueles que viveram e vive sobre a face de sua terra, e neste dia, os justos, herdarão os Reinos do céu.

Com essas palavras o anjo voou para além das alvas nuvens.

Caminhei até a beirada do lago de águas cristalinas e deitei-me para contemplar o céu. Não tive palavras para descrevê-lo.

Lentamente meus olhos fecharam-se, senti um sono que não era natural, mas era bom. Cedi e coloquei-me a dormir novamente, para acordar somente no grande dia. O dia em que Jesus voltará.


Categorias: Contos | Tags: ,

52 Comments»

  • Pedro Torres says:

    putz, legal, mas eu n gosto muito desses temas religiosos e tal.
    xD

  • Primeiro conto do Raphael aqui no ONE.

    Seja bem vindo!! =)
    — Sobre o conto… o gênero não me agrada. Não gosto de religião. =/

  • É um prazer poder publicar aqui no O Nerd Escritor!
    Acho que a intenção do conto foi mais para mostrar o sofrimento no leito, o que se passa na cabeça da pessoa quando ela se encontra nessa situação!

    Abraços para todos!!!

  • A, mas foi legal. Eu acho que no leito de morte vou estar pensando em cerveja… 🙂

  • Vitor Vitali says:

    ” Eu acho que no leito de morte vou estar pensando em cerveja… :)” [2]

  • Vitor Vitali says:

    Goste, bem descritivo na orbe dos sentimentos. Só que o tema, não que não me agrade, pareceu muito uma propagando religiosa, não sei se foi só eu que tive essa impressão. Espero pelos próximos 🙂

  • Bem, eu achei um conto bem pacifico. Bem escrito e um tanto melancólico. Não vou criticar se é religioso ou não… gosto não se discute.

  • Pandion says:

    É, o texto é bem cristão. Foi muito bem escrito. Espero que os comentários não desanimem o autor, pois a cada obra cabe sua respectiva audiência. E bem, pela natureza dos meus contos, eu talvez não seja o mais indicado para sugerir alguma dica sobre os temas para este autor.

  • Pedro Torres says:

    Depois de elr mais devagar percebi o quanto eu NÃO gostei desse conto.
    religioso demais para mim.

    @Laize

    Da trindade sagrada dos temas indiscutiveis do brasileiro só respeito futebol, te mesmo porque odeio.
    o que inclui politica e religião nos meus temas discutiveis.
    =D

  • E.U Atmard says:

    Gostei muito do seu conto. É muito triste, e mostra o momento em que o homem já deixou de sofrer, e se sente finalmente livre…eu pelo menos acho que é mais isso do que a questão da religião…

  • JonesVG says:

    Um conto que gerou polemica entre o pessoal do blog, depois de ler retorno pra entrar na discussão he he he he!

  • POLÊMICAAAAA!!! hehehe… que nada, ta bem tranquilo isso aqui. Enfim o Jones apareceu.. ta sumido cara! Só aparece por aqui quando tem um conto escolhido para outro livro é?!

    hehe.. parabéns cara!! 😀

  • Bruno Vox says:

    Eu acho que vcs tem é muito preconceito. A Bíblia é literatura antes de mais nada. O Conto está muito bom sim, independentemente se é religioso ou não.
    .
    Cara, temos que aprender a distinguir o gênero da obra literária. Vc não gosta do assunto, mas o conto para mim está bem escrito.
    .
    Não sou ateu, mas se eu lesse um conto “ateu” eu não iria gostar só porque não fala de religião?
    .
    Se tirássemos a religião na maioria das histórias escritas, nem Tolkien agradaria. Fica a Dica. 🙂

  • Bruno Vox says:

    Eu não achei propaganda, é um conto oras, e deve ser encarado assim. É o mesmo que eu escrever sobre demônios e ser taxado de “marketeiro” do diabo.

  • Bruno Vox says:

    Só para finalizar, eu só acho um pouco de falta de respeito não gostar do conto porque vc não gosta do gênero, claro que vc tem todo o direito de não achar o tema interessante, mas o conto na minha opinião está bem escrito e isso importa muito.

  • @Bruno Vox
    “marketeiro” do diabo, foi Ótima! AHAHAHHAHHAHAHAHAHHAHA
    Só pra deixar bem claro, não tive a inenção de fazer propaganda, e nem nada disso! Rsrsrsrsrsrsrs
    E sim como disse E.U Atmard, é o momento em que o homem deixa de sofre e torna-se livre.
    Acho legal a variedade de opniões, isso me agrada muito. Imagine só se todos nós pensássemos iguais!
    E com certeza não vou me desmotivar, isso não mesmo!
    Até gostei da brincadeira, acho que vou criar mais discussões como esta! Rsrsrsrs
    Abraços à Todos!

  • elenir estrela says:

    Caramba, será que ninguém vai dá um 10 pelo este fantástico conto? Então vai aí a minha nota 1000.
    Parabéns Raphael!O seu conto, não só merece uma nota 10, mas sim uma nota mil. Muito sucesso, sempre.

  • Tati says:

    @elenir estrela:
    Então vai aí a minha nota 1000….
    Otimo Elenir..esse conto pra mim tbm
    foi otimo,sem criticas sejam elas construtivas,ou nao,
    independente,cada pessoa tem sua ideologia,
    nao cabe a nos darmos a nota maxima ou nao.
    Um escritor tem sua inspiraçao,q por sinal essa foi “a inspiraçao”..
    Otimo conto,muito bem escrito,nao devemos julgar oq um escritor escreve…
    Amo Machado de Assis, mas ele eh Ateu…eu nao sou, nao eh por isso q vou gostar menos dos trabalhos dele..
    Respeito de ideologias eh o principal..
    Rapha..PARABENS…

  • Hehehe dica para você Raphael, tenta escrever sobre vampiro ou lobisomens que é só isso que o pessoal realmente lê aqui no blog hahahahaha. Brincadeira (com 50% de verdade). Continue escrevendo, gostei de sua expressão.

  • Pedro Torres says:

    Ih rapaz…

    @Bruno Vox

    Biblia não é só literatura, mas como uma literatura de Ficção.xD

    mas vc tem razão, tem que respeitar, mas este tipod e texto não me agrada mesmo, se fosse um texto sobre um homem a beira da morte e só, eu teria gostado.
    =)

  • Bruno Vox says:

    @Pedro Torres

    Eu te deixei umas mensagens no Twitter, quando tiver tempo me dê uma resposta. 🙂 Vlw

  • E.U Atmard says:

    @Laize
    É com grande pena minha que tenho que concordar, tudo o que as pessoas na net (que não são os usuais do blog) lêem é algo que tenha a ver com vampiros. A prova é os contos na caixa dos mais acessados. Temos um que varia consoante o que saiu mais cedo, e os outros são o Teste do Vampiro, Guerra: Vampiros x Lobisomens, e a Origem de idem aspas aspas. Não se lê só o que tem vampiro, mas se não dá para uma discussãozinha…

  • Pois é. Da vontade de colocar os 3 contos de vampiros ali num Hall of Fame e continuar com outros 4 como mais acessados =)

  • Bruno Vox says:

    Ahhhhhhhh, quando eu acabar o contos dos vampiros eu juro que fico sem escrever sobre o assunto por muito tempo. 🙁 hehehehe

  • Bruno Vox says:

    @The Gunslinger a ideia é boa hein, mas assim, pode tirar os meus contos e colocar outros lá, acho isso bom para o blog.

  • Nao cara.. eu tenho que mostrar a verdade… aqueles ali são os mais acessados. Sendo malucos ou não, aquilo atrai gente para o blog.

  • Bruno Vox says:

    @The Gunslinger

    hahahahahahaha tem maluco pra tudo 😛

  • Jonesvg says:

    Bah Guns sorry, cara to cheio de trampo por causa da maldita Nota Eletrônica que entrou em vigor esta semana! NFe = Inferno Astral de Programador como coloquei no Twitter estes dias. Obrigado cara, quando sair o material mando um alo pra vc.
    Agora quanto ao conto, bem escrito, sei isso já foi dito. Quanto ao tema não me agrada, mas o que seriam dos bon autores se não houvessem excessões, não gosto da tematica do conto, mas gostei do conto, um homem a beira da morte que se reencontra com a fé, tema simples, mas que se aprofundado comoo Raphael fez rende uma boa história e na dele não é só a doença, ou a fé do homem, tem o elemento religioso de alguem que certamente conhece o assunto e usou deste conhecimento para escrever. Ou seja um escritor. Assim como o próprio Pedro escreveu uma série de contos sobre religião, um padre e um ateu em uma discussão sobre teologia que definitivamente me cativaram (PS: Cade o resto dos dias daquele conto rapaz), ou seja bons escritores transformam Água em vinho, ou seja algo que nos desagrada em algo que vem a nos agradar. Devo ter me enrolado de novo como sempre huahuahauhauhauah. Abraços a todos.

  • Ja colocaram nota fiscal eletronica la na empresa. Não participei, sou da web… e a nfe foi colocada em abap. =)

    Bom sobre o conto.. como falei la no inicio e como muitos aqui falaram, o genero nao me agrada. Mas as palavras do Bruno e do Jones são bem validas. =)

  • Pedro Torres says:

    @brunovox23
    eu ja respondi lá.

  • Jonesvg says:

    E ai Pedro e a minha pergunta aqui vais responder ou te mixar he hehe he hehe!

  • Pandion says:

    Este conto tem potencial ein, mais um pouco e arrumaras um rival pra O Teste do Vampiro.

  • Olha… que pode virar top de acessos facil facil. Hoje ja rendeu bastante. =)

  • Pedro Torres says:

    putz, valeu pelo elogio (se é que foi um), a historia no qual vc se referefoi A Confissão não foi? eu aprei de escrever, mas é que eu to atolado de coisa, mas emfim, amanha eu terei mais tempo e poderei me dedicar a mesu contos inacabados (sim, eu lembro que isso é o titulo de um livro do Tolkien ).
    xD

  • Ae pessoal, vamos para o Round 2. AHAHHAHAAHAHHAA
    Fico honrado que o meu conto já esta entre os mais acessados. Ainda mais porque esse é o meu primeiro conto aqui no “O Nerd Escritor”. Quero deixar bem claro, não estou para disputar com o Pedro Torres. Já vi os contos dele, e são ótimos. Mas é claro, seria eletrizante disputar o Rank com ele! Rsrsrsrsrs.
    Bom, enfim, acho que vou escrever mais sobre o tema, todo esse alvoroço muito me interessou! rsrsrsrrsrss
    Abraços pessoal.

  • Pedro Torres says:

    Bwahahaha!
    vamos lá, eu to trabalhando arduamente num novo conto, mas n tem nada com religião, depois eu termino de escrever “A Confissão”.
    xD
    @Raphael O Lord
    um disputa “amigavel”, mas sei não heim, acho que você é mais experiente,poderia me vencer facil, você já escreveu um livro, imagina eu que ainda to tentando temrinar meus contos inacabados?

  • @Pedro Torres
    AHAHAHHA…Eu também tenho meus contos inacabados. Bom, o livro foi um trabalho duro. E aposto que você também é capaz de fazer “um”.
    E claro, uma disputa entre nós, só poderia ser amigavel mesmo, afinal, não quero arrumar nenhum inimigo! HAHAHAH
    Abraços.

  • Pedro Torres says:

    ah, e obrigado por elogiar meus contos.
    xD

  • Gosto desse alvoroço por causa de contos. =)

  • henrique says:

    QUERO PROVAS CONCRETAS SEUS BANDOS DE PAGAOS!!!!1

  • henrique says:

    MENTIRAS!!!!! AI É SO MENTIRA

  • Repetindo meu outro comentário.

    primeira pregação aqui vai ser excluído. Aceito contos com temática religiosa, se começarem a pregar aqui, vai ser excluído e bloqueado.

  • Pedro Torres says:

    Rqapaz, sou muito mais os contos do Rapahael, pelo menos ele não é fudnamentalista e hipocrita como voê henrique, por favor, tenha píedade de si mesmo e reflita sobre suas crenças.é certo chamar qualquer pessoa de mentirosa? até que ponto vai sua cegueira religiosa? hum?

  • Henrique says:

    primeiro,quem é como Deus!!??
    pessoas, como vcs estao vazios,
    vcs precisam se encher de algo
    e isso os vapiros, os lobisomens, as bruxas …..
    nunca vai preencher, vcs precisam de Deus,

    valew …
    que Deus abençoe vcs , Deus ama o pecador mas, o pecado Ele abomina!!!

  • Pedro Torres says:

    relaxe!
    Vampiros e lobisomens são supestições e mitologia.
    eles são FICÇÃO!
    será que ninguem entende isso?
    eu heim…

  • Pandion says:

    Cara, nem dá bola, o Henrique já é dono da verdade, então qualquer tentativa de diálogo é inútil. O máximo que ele vai fazer é vir aqui e nos maldizer, mais nada. Essa é a fé cristã pra vocês meus amigos.

  • Jonesvg says:

    Caraca cara, até uns minutos atras estava me sentindo beeeem vazio, mas ai fui lá na chepa da firma e enchi a barriga, cara agora to full hauhauhauhauhauhauahuahuahua Brother tipo acho que o pessoal aqui não mal disse seu Deus ou o que quer que seja, simplesmente expressaram suas opiniões a respeito de religião, agora vir e falarque precisamos disso e daquilo, cara não dá ibope,cada um sabe o que precisa e o que quer então não venha falar o que você acha que cada um deve ser ou deve fazer. Tudo que vai conseguir é ser vaiado. E outra, como o Pedro disse vampiros, lobisomens e outras coisas são apenas ficção.

    E Pedro, cara, claro que foi um elogio, eu gostei muito da confição, só não me recordava do nome porque sou péssimo para nomes mesmo, ou qualquer outra coisa que signifique lembrar de algo. Ou seja é bom não me emprestar dinheiro hauhauhauhauhauahuahauhauhauhauhau.

  • ALELUIA….ALELUIA…
    Muitos bem irmãos, hoje estamos aqui para falar dos fariseus! Rsrsrsrsrs….
    Eu concordo plenamente com o Pedro. FICÇÃO é uma palavra que não entra na cabeça de certas pessoas! incrivel como isso acontece. Cada um acredita na sua religião.
    Não estamos aqui para converter ninguem, e sim para contar HISTÓRIAS, FICÇÃO, FICÇÃO, FICÇÃO, FICÇÃO……

  • … FICÇÃO, FICÇÃO, FICÇÃO, FICÇÃO…
    =)

  • Andrey Ximenez says:

    Bah… qnt discussão…

    ^.^

    Acho, Rapahel q o q deu clima de propaganda foi o final do conto, apartir da morte do homem. Mostrou mt a visão de uma determinada religião entende?

    Se tivesse ficado só até o anjo acho q ficaria mais amplo o sentido de guardião da morte e a história ficaria mais focada no homem… ou não =D

    Enfim, gostei tche, o/

  • AHAHHAAHAAH……
    É conto que proporciona muito comentários. Cada um conclui de uma forma diferente. Dá forma que lhe cai bem.
    MAs o que importa mesmo é que as pessoas gostem…
    vlw.

  • Douglas Fernandes says:

    cooooooll

RSS feed for comments on this post.TrackBack URL


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério