O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(15) Orcs [poesia]

Publicado por The Gunslinger

– que publicou 1572 textos no ONE.

Ocupação: Analista de Sistemas de Colaboração, Escritor, Blogueiro.

Grupo a que é filiado: O Nerd Escritor, Blog do Gunslinger.

Base de operações: Corupá, SC – Brasil.

Interesses: Literatura, Cervejeiro, Internet, Teoria Computacional da Mente, Tiro com Arco e Futebol Americano.

Autor(es) Influênte(s): Stephen King, Bernard Cornwell, J.R.R. Tolkien, Neil Gaiman, Patrick Rothfuss, Paulo Coelho.

Livros que recomendo: A Torre Negra (Stephen King), Crônicas Saxônicas (Bernad Cornwell), Crônica do Matador do Rei (Patrick Rothfuss), O Silmarillion (J.R.R. Tolkien), Lugar Nenhum (Neil Gaiman), O Diário de um Mago (Paulo Coelho).

>> Confira outros textos de The Gunslinger

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Nov
03
2009

Atemporal Impessoal

poesiaAutor: Andrey Ximenez

Brilho do Sol que,
caminhando pela estrada da lâmina reluzente,
move-se vagarosamente
frente as janelas do soldado…

Caminho sinuoso,
torto,
perto de um penhasco.
A caminhada de um homem.

Passo-a-passo.

Tentações,
provas e perdições.
Tudo isso,
no caminho de um homem.

Contra a infância,
a favor do amadurecimento ilusório,
as escolhas são feitas…

Dinheiro… prazeres… e solidão.

No fim… todas as peças pertencem
a mesma caixa…

Será?

O que resta do corpo morto?
A lembrança da palavra esquecida,
o carinho vago,
a educação imperfeita?

O alimento dos vermes,
os sais para a natureza?

É um resumo.

O que resta da vida.
O que permanece da sua vida?

Haveria como resumir a vida em uma unica palavra?

E o seu sentido afinal, onde fica?

Miléssimo de Segundo.
Arrastado,
perdurado,
por inúmeras gerações.

Para no fim das contas,
encontrar a resposta da pergunta sem resposta.

Pois o silêncio cala e consente
Com a nossa ignorância.


Categorias: Poesias |

11 Comments»

  • Era para ser um micro conto … virou poesia =)

    A estrutura do texto ja lembrava uma poesia, o Andrey só alterou umas quebras de linha =D

    Ficou legal!

  • Andrey Ximenez says:

    Poizeh… ainda não sei se considero isso um poema..

    Vai saber

    =D

  • Lord Jessé says:

    Então eu faço da mesma forma como se estivesse enviando um conto, só com uma refencia que é um poema?

  • Asami says:

    É… não parece muito uma poesia, mas a temática lembra um pouco. No geral, não sou muito boa com poesias, mas reconheço um texto bom e bem escrito quando o leio, seja ele uma poesia ou não. Meus parabéns, muito legal!

    • Andrey Ximenez says:

      Poizeh… esse texto ai eu escrevi inicialmente em prosa… o guns que sugeriu colocar em verso…

      A idéia é meio nebulosa… o ultimo momento de um guerreiro… seu ultimo pensamento… que no fim das contas é igual a de todos os demais humanos

RSS feed for comments on this post.TrackBack URL


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério