O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(2) Moby [agenda]
(3) Prova [agenda]
(13) Burqa [poesia]
(11) Ursos [poesia]
(14) 100 [conto]

Publicado por ONEbot

– que publicou 282 textos no ONE.

Oi!

Sou o ONEbot. Se esse texto esta em meu nome, provavelmente ele foi publicado no ONE nos primórdios de sua existência.

O autor real do texto deve aparecer junto ao corpo dele, logo no incio.

>> Confira outros textos de ONEbot

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Mar
25
2010

Sempre haverá um amanhã

Escritora: Fernanda Rodrigues

sempre-havera-um-amanha

Quando eu sair daqui, tudo vai ser diferente. Perdi muito tempo com pudores desnecessários, achando embaraçoso demonstrar o que sinto pelas pessoas que amo, assim, sem ocasião especial. Na verdade, quero buscar ver o que há de especial em cada situação.

Parece chover lá fora… Ah! Vou tomar banho de chuva! Aquela chuva com pingos grossos, refrescantes! Nunca me permiti fazer isso, achava coisa de gente desocupada e pensava que aquilo não era pra mim, já que eu era ocupada demais pra dar atenção a coisas tão pequenas.

‘Tá aí, vou cuidar das coisas miúdas. Preocupar-me menos, sorrir mais, cometer loucuras! Entrar de roupa no mar, que tal? Tenho vontade de rir só de pensar! Vão me achar maluca… ah, que achem! Não me importo mais. Sinto que minha vida foi apática, sem sal. Agora eu quero intensidade! Quero vida! Vou procurar não ferir ninguém, claro, mas quero viver do meu jeito. Não vou mais me anular porque preciso ser o que esperam de mim, ou por achar que não vou ser reconhecida ou amada como sou. Isso não!

Mal posso esperar pra sair daqui. Queria pensar assim antes, queria não ter precisado passar por isso. Não me olha assim… eu só estou um pouco cansada. Por que os médicos estão correndo? Não te ouço mais. Está escuro…


Categorias: Contos | Tags: ,

32 Comments»

  • Báthory says:

    pela 1ª vez vou dizer isso aqui: amei! Tá perfeito. pega um momento que eu creio que todos já tiveram (tirando o último parágrafo, lógico). Preciso e conciso. e ainda nos faz (me fez) repensar se, de novo, não tá ficando tudo meio parado… não! Perfeito!!

  • Isso parece um epitáfio.. ta bem bonito mesmo =)

  • Fernanda says:

    Poxa, que bom que gostaram!

  • Atreus says:

    “Um belo dia vou me mudar, e fazer tudo que queria fazer,me libertar daquela vida vulgar,que eu levava junta a vc” tchum tchum birou birou,tchurururu
    _
    Fiquei cantarolando a Maria Rita na cabeça =P Bem legal mesmo~!

  • Nina says:

    muito bonito mesmo, adorei 🙂

  • Cotinz says:

    gira
    gostei mesmo
    parabéns!

  • Christian says:

    Caraca. Devo dizer que o final me surpreendeu bastante. Gostei.

    O fim foi perfeito, o menor do esperado. Parabéns.
    Deixo aqui minha humilde opinião.

    Bye. o/

  • Naotto says:

    Muito bom, de verdade!

  • Fernanda says:

    Poxa, gente… muito obrigada pelos comentários! =D

  • Ericson says:

    Simples, objetivo e sincero, assim como deve ser a vida!

  • André Gedeon says:

    Tocante, muito bem escrito!!!

  • Simples, direto e sem rodeios.Adorei. É dramatico sem ser dramalhão. Parabéns

  • Felipe Lopez says:

    Gostei! Bonito e, de alguma forma, irônico.
    _
    E que ‘up’ esse conto deu! O poder do Twitter!

  • Luiz says:

    Tomar banho de chuva, ouvir música alta, se divertir com coisas bobas, inúteis para uns mais tão importantes para a alma. Afinal, quem disse que tudo deve haver um porquê ou uma explicação lógica.
    Uma frase sem sentido para muitos mas que eu adoto como premissa é “O importante é o que importa”.
    Se é importante para você, já basta. Isto é o que importa.
    Sem explicações, mas com um sentido que só você pode entender.
    Adorei seu texto.
    Você tem futuro. E tem presente. E tem passado.
    Seja dona do seu tempo. E seja livre!

  • Está lindo, Fernanda. Muito bom, mesmo!

  • Lord Jessé says:

    Muito bom! Muito bom mesmo.
    Parabéns.

  • Andrey Ximenez says:

    Gostei bastante. Concordo com o Guns, parece um epitáfio. Imagino que exatamente nos ultimos momentos que as pessoas reavaliam suas vidas. Tem aquela frase famosa que diz ” No fim, é você contra você mesmo” neh?

    =]

  • Eric says:

    Tenho que voltar a encher a paciência, digo, a comentar os contos do ONE. Shame on me!

    Abss!

  • Muito bom mesmo! Curto,mas de uma grandiosidade
    difícil de se ver. Parabéns!

  • Excelente. Acho até que vou pegar um busu e ir pra praia. hehe

  • Decon says:

    O final foi a cereja do bolo do texto, parabéns!

  • Anna Borring Rocha says:

    Adorei!!!
    Vou também cuidar de coisas miúdas da vida!!
    Parabéns!!!
    Quero ver o conto publicado!!!

    • lentenegra says:

      parabens fernanda adorei. foi bom para despertar-me de um pesadelo… mbora viver a vida.kkk

  • Betão says:

    Simplesmente ser… não ser o que um padrão ou um modelo a ser seguido, ser eu aqui, agora, hoje. permitir fluir o rio que corre em mim, sem diques ou represas. Ser, simplesmente ser…

    Sábias palavras, cara Fernandinha! Como sempre! =)

  • Para ser sincera, adorei o texto. O final foi surpreendente. Começo a ler o texto e não consigo imaginar o final e eis que ele vem bombando. Parabéns Fernanda, o texto esta OTIMO.

  • Zé Saika says:

    Isso sim é um final surpreendente! Parabéns.

  • Thainá Gomes says:

    lindo *–*.FAz pensar na vida.

  • rosemara says:

    eu termine de a assistir o diario do vampiro e fiquei apaxonada por m vapimpiro ate sonhei que fim amor com ele foi tao bom ele era tao carioso comigo guando estamos fazendo amor qe guando acortei pudi sintim meu coraçao bate mais forte e e uma coisa dentro de mim sentimdo todo o carinho dele e agora ele nao sao da minha cabeça e do meu corpo coqe pode se iso axo que esto apaxonada por uma coisa que e so um filme se alguem pode me ajuda eu agredeso

RSS feed for comments on this post.TrackBack URL


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério