O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(2) Moby [agenda]
(3) Prova [agenda]
(13) Burqa [poesia]
(11) Ursos [poesia]
(14) 100 [conto]

Publicado por ONEbot

– que publicou 282 textos no ONE.

Oi!

Sou o ONEbot. Se esse texto esta em meu nome, provavelmente ele foi publicado no ONE nos primórdios de sua existência.

O autor real do texto deve aparecer junto ao corpo dele, logo no incio.

>> Confira outros textos de ONEbot

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

May
11
2010

Silêncio Social – Timidez

Escritor: Flavio Silva

silencio-social-timidez

Cruzava com ela todos os dias na volta para casa. Ele da escola e ela do trabalho.

Ele encantou-se, se apaixonou.

Escreveu uma carta,

Demorou,

Atualizou,

Demorou,

Atualizou novamente e esbarrou nela.

Em casa ela encontrou o envelope desconhecido – 2 dias depois.

Sua reação?

Ele não soube, pois sua timidez o forçou a mudar de trajeto na volta da escola.


Categorias: Contos | Tags: , ,

33 Comments»

  • Flávio Silva says:

    Tantas vezes vi coisas assim acontecerem…

  • Samila says:

    Bonitinho…
    bem leve…
    apesar de pequeno…

  • Flávio Silva says:

    Obrigado Samila. De fato, este é bem curtinho, mas a idéia era transmitir a timidez também através das poucas palavras, se é que me fiz entender.

    Em todo caso continuarei a escrever para melhorar sempre, obrigado.

  • Andrey Ximenez says:

    Achei bom e criativo.
    =]

  • Rainier says:

    Acho que este conto se encaixaria melhor em uma poesia, tamanho minimalismo da obra.
    Realmente achei muito legal. Em poucas palavras conseguiu criar um cenário, uma situação, sentimentos e no fim um gostinho de que decepção.
    Muito bom!

    Me lembrou o “Poema retirado de uma Notícia de Jornal” de Manuel Bandeira.

    • Flávio Silva says:

      Obrigado por ter gostado.

      de fato escolhi poucas palavras para demonstrar a barreira causada pela timidez até mesmo na narrativa onde não se consegue (nem se faz necessário) usar muitas palavras.

      Antes que me esqueça, o paralelo com Manuel Bandeira me deixou muito feliz.

  • Vinicius Machado says:

    Nem legal mesmo! é biografico?

  • Vinicius Machado says:

    hauhauahuah xD quis sim XD

  • Atreus says:

    Isso é um poema?

    • Flávio Silva says:

      Não é um poema, apesar da narrativa de poucas palavras e com (falsa) aparência de poema.

      Uma amiga disse que “não é um poema embora tenha nele alguma poesia”.

  • Gabriel says:

    Muito bom!
    Só acho que é um poema, e não um conto.
    Muito legal a forma como se passou a timidez até pela forma de escrita.

  • Samila says:

    prosa poética minimalista?

    • Flávio Silva says:

      Pode até ser… eu não classifico, apenas escrevo hehehe!

      Mas é uma classificação que condensa muito, então vai, é isso aí: prosa poética minimalista!

      Obrigado Samila.

  • Gostei! Simplicidade é tudo!

  • Vitor Vitali says:

    Gosto da temática, mas eu queria ver um conto, não um resumo dele. Acho que faltou um corpo aí. Gosto de detalhes.

    • Andrey Ximenez says:

      Se quer detalhes leia um romance

      =D

      A teoria do conto precisa uma linguagem limpa. Tudo o que desnecessário, ou a mais, deve ser cortado.

      Mais palavras aqui iriam modificar a idéia principal.

  • Rainier says:

    Pô Guns, q imagem tosca é essa?
    rsrsrsrs…

    • Rainier says:

      Falando nisso.
      É possivel nós mandarmos uma sugestão de imagem para o conto pelo WordPress…
      Sei q aqui não é o lugar, mas aproveitando o comentário inutil acima…

      • Samila says:

        jiahauahauahauaha
        eu ri XD

        • Samila says:

          enfim,deixem-me ser útil:
          quando você posta um texto lá no wordpress para o guns analiser, aparece bem encima uma opção para editar o texto que você acabou de enviar
          vai lá, que tem um lugarzinho lá que dá para fazer comentários e add imagens

          • Na verdade vocês não devem conseguir colocar imagens por sí só. (tive que restringir isso, pois assim qualquer pessoas poderia acessar o servidor e jogar coisas la dentro.. digamos que isso se tornaria um problema.)

            Mas existem opções: No início de cada conto vocês podem colocar o endereço de uma imagem e/ou me enviar a imagem por e-mail mesmo.

          • Rainier says:

            Boa solução Guns.
            Vou por umas sugestões de imagens nos próximos para facilitar tua vida. (ou não)

            Samila,
            Adoro esse teu humor acido!
            E sim, eu deixo vc ser util. rsrsrs…

          • Samila says:

            engraçado, juro que um vez eu entrei lá e tava dando para colocar img… ._.
            ou será que foi sonho meu?
            enfim, minha cabeça não é confiável ._.
            e nhai, meu humor nem é azedinho não… eu apenas achei mó engraçada a img XD

  • Flávio Silva says:

    Também achei engraçada… Mas tá valendo. Valeu Guns.

  • peregrina says:

    ficou fera!
    ufs,a timides era um castigo,hoje não é mais.

    • Flavio Silva says:

      Também já superei este detalhe.

      acho que ter me tornado ator justifica isso.

  • Thainá says:

    Parece comigo o personagem.*-*

  • Liz Rodrigues says:

    Não entendo nada de literatura apenas gosto ou não gosto! Não sei se é prosa poética, minimalista, kardecista, umbandista, só sei que gostei…
    Bjus

RSS feed for comments on this post.


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério