O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

May
21
2011

Horário de almoço

Escritor: Diego Figueira

Allan não suportava hippies do centro pondo em dúvida sua humildade.

Sentado no chão com suas pequenas tralhas à venda, organizadas em cima d’um pano verde encardido, um deles convida:

– Cabelo, chega ae!

– Desculpa, tenho que ir lá… – diz andando a passos lentos.

– Pô, chega aeee! – fala expressando indignação, rosto de criança prestes a chorar.

– Pô, não dá, cara. Desculpa, tenho que ir lá…

Olha nos olhos do vagabundo, abre e mostra as palmas das mãos tentando demonstrar compaixão e pressa.

– Aahh, chega aeeeeeeeee, bicho… – e a expressão vai aos poucos se transformando num sorriso triste.

Allan continua mostrando as palmas das mãos e comprimi os lábios como forma de dizer “É uma pena, quem sabe outra hora”.

O sorriso triste vira sorriso. O sorriso vira risada. Então riem juntos como velhos amigos passando por alguma situação estúpida.

Allan segue seu caminho sentindo-se de certa forma mais feliz. A raça humana tem lá suas preciosidades.

Olha no relógio e sobe a rampa final da Av. São João pensando que ainda tem uns doze minutos de horário de almoço para gastar e que provavelmente os passará sentado no sofá do Protocolo Geral.

 


Categorias: Agenda,Contos |

6 Comments»

RSS feed for comments on this post.


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério