O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

Jan
27
2013

Assassin’s Creed:A cronica Pt 7

Animus_Walppaper

 

Ele abriu a boca e começou:

-A muito tempo, os templário(Ou a Ordem dos cavaleiros do Templo de Salomão)Vem dominando o Mundo(Muitos dos Presidentes de Hoje, acredite você, fazem parte dela!)Para ser exato, deis das Cruzadas…o povo vem sendo dominado e sendo explorado por  esse filhos da…

-Olha o palavrado…

-Bem continuando, para impedir que isso acontecesse com mais potência no futuro, nos anos de 1110/2100 foi criado a Ordem dos Assassinos, que logo ganhou força e potencial para crescer mais, então os Assassinos, logo já tinham bases pelo mundo todo…O mundo ficou sobre paz…Mas a Maçã do Éden ainda perturbava os…

-Espera, Maçã do…

-Sim…A única coisa capaz de mudar o Destino…Foi assim que descobriram VOCÊ…

-Mas que diabos é isso?-Fiquei olhando para todos os lados, surpreso.

-Um assassino, ao tocar na maçã do Éden, teve uma previsão, que os Templários iriam voltar nos anos 2000/2012.E que haveria uma pessoa, que encontraria a roupa de um Assassino, e ela se tornaria o impedidor disso.

-Eu ainda não entendia, para que me colocaram nisso, e o que é isso?-Duas de muitas perguntas minhas.

-Te colocamos nisso para te treinar, já que temos a certeza que você é o Escolhido…Isso é o animus, revive as lembranças de seu antepassados…Alexandre, entenda, você é o único que pode mudar o futuro, aceita, ou não?

-Quem são vocês?Preciso saber com quem vou trabalhar?

-Bem vindo há-Disse ele com um sorriso-Ordem dos Assassinos…

-Vamos voltar ao “Trabalho”

Deito-me de volta no animus, logo o capacete é colocado na minha cabeça, Perco a consciência.

[Erelis Kariai, 1151, Ucrânia]

-Estamos quase em Kerch-Digo eu-As muralhas da cidade são pouco protegidas, mas são por templários…Vocês já sabem o que fazer, não?

-Claro-Os dois afirmam

Chegando nos portões de Kerch, avistamos dois guardas, fizemos gesto de reza.

-Quem são vocês-Disse um deles-E o que vieram fazer em Kerch?

-Somos monges, Viemos a pedido do Padre-Digo eu, tentando disfarçar.

-Hum, por que carregam as armas?

-O padre disse para virmos armados, a estrada é perigosa-Bewonderaar Tirou dá sua cabeça

-Tudo bem-Ele piscou para o outro-Podem ir.

-Boh z toboyu-Dou três passos-Nyugodjék békében-Murmurei

Estendi as mãos até os pescoços dos dois, e ativei a lamina oculta, cariam de joelhos, bateram a cabeça e voltaram para parede.

-Vamos-Disse-Tenho uma localização exata do Irmão de Ugriz Zmije.

Iniciei a corrida, estávamos sem tempo.Alguns Minutos depois, já chegamos perto de onde o irmão de Ugriz Zmije estava, na praça central de Kerch…Mas havia alguns guardas a nossa frente.

-Não temos tempo para enfrentar todos eles juntos, vão, eu enfrento eles sozinho!

-Não Erelis…Eu e Bewonderaar cuidaremos deles, vá!

-Tá bom…

Corri na direção deles, empurrei dois deles, não tinha tempo, subi na casa de uma dama e seus filhos, tinha pedras má escupidas,  portanto muitos lugares para apoiar pé/mãos, em questão de segundos estava no topo.Pulei para um telhado, dando uma cambalhota para não cair de cara, corri até uma placa grudada na parede em frente da casa em que eu estava, pulei para placa, subi nela , escalei e subi na telhado, olhei em torno de mim, e vi o meu destino há um Quilometro, saltei para o telhado da outra casa, olhei para o chão e vi um cavalo sem dono, pulei do telhado para o chão, subi no cavalo, e comecei a pilota-lo.

Cheguei ao prédio tão esperado, fiquei em pé no cavalo, e em questão de segundos, já estava atracado contra as pedras da parede, decorativas, mas firmes para eu subir, fui rápido, e não demorei para chegar ao topo.

Ugriz Zmije, aquele viado já estava lá, chamei-o pelo nome:

-Ugriz Zmije de Blá Blá Blá!Será um prazer “Conhece-lo” !

-Não vou te dar essa oportunidade-Ele sacou sua colhona-Mas não vou gastar tempo com Lixo.Deixe que meu irmão faça isso.

-Valeu, Idiota-Uma voz fina, mas aguçada veio de traz dele-Vou fazer muito Prazer em acabar com ele…Ediota Kariai.

-Ou Erelis-Diz Zmije.

-Vá logo, antes que eu desista-Ugriz olhou pra mim com desprezo, e desceu a escada atrás dele-Agora somos só eu e você…

-Desculpa, mas não posso lutar cotra alguém que eu nem mesmo sei o nome.

-Eu sou o mas esperto dos Zmijes!Lav de Zmije…E vou comer seu pâncreas.

-Morrer de fome.

-Oi?

-É o que vai acontecer com você-Saquei a minha Rapieira, e apontei em direção ao seu pescoço.

Agora eu reparara mas nele, tinha longos Cabelos Pretos, Uma barba, uma cicatriz no olho, olhos verdes, uma boca vermelha bem Forte, e era olheirudo.Tinha uma machadinha pequena em sua cintura, e a bainha da sua espada e do machado, ficavam Lado a Lado.

Ele sacou uma Florete, coisa de bicha, nunca vi um guerreiro sério usando Florete.

Apanhando as espadas, nós estávamos prontos para lutar.Corri em direção á ele, e direcionei minha rapieira com uma mira certa em sua cabeça, mas em uma velocidade digna de ser chamada de vento, ele desviou.

-Você achou, que podia me tocar, mas acho que se enganou, você não acha?

-O que eu acho?Que essa lamina irá perfurar seu pescoço!

-Hu hu!Ofensivo…Ale ne tak bahato …

-Templários de Szar

Mirei a espada em seu peito, mas ele se abaixou na hora certa, e tocou com seu florete em meu ombro, fazendo sair um pouco de sangue.Não desisti, tentei chutar uma de suas pernas, mas ele abre-as, ergui com velocidade minha perna  tentando acertar sua virilha, mas ele deu um salto magnifico para trás, e desviou.

-Errou vários golpes, não vai tentar esse, vai?

-Só vou parar quando um de nós morrer…

-Então, esse é você-Ele cuspiu no meu rosto.Senti raiva.

Senti o cabo da rapieira rachar, estava apertando com muita força.Corri em direção dele, ele decidiu partir para ofensiva, desviou e acertou meu punho, um pouco em frente á lamina oculta.Foi bem no punho direito, o que eu estava usando a espada.Deixei a espada cair no chão, Lav me empurra.

Cai no chão, tentando conter os sangramentos, vi Lav sacar sua Machadinha, e caminhando em minha direção.

Ele levantou sua machadinha, erguendo seus braços e deixando uma brecha, podia acertá-lo, se estivesse de pé.

-Segítsen nekem isten-Digo eu em pranto.

Ele desceu a machadinha em minha direção

Continua.

 


Categorias: Agenda |

No Comments»

RSS feed for comments on this post.


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério