O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(15) Orcs [poesia]

Publicado por The Gunslinger

– que publicou 1572 textos no ONE.

Ocupação: Analista de Sistemas de Colaboração, Escritor, Blogueiro.

Grupo a que é filiado: O Nerd Escritor, Blog do Gunslinger.

Base de operações: Corupá, SC – Brasil.

Interesses: Literatura, Cervejeiro, Internet, Teoria Computacional da Mente, Tiro com Arco e Futebol Americano.

Autor(es) Influênte(s): Stephen King, Bernard Cornwell, J.R.R. Tolkien, Neil Gaiman, Patrick Rothfuss, Paulo Coelho.

Livros que recomendo: A Torre Negra (Stephen King), Crônicas Saxônicas (Bernad Cornwell), Crônica do Matador do Rei (Patrick Rothfuss), O Silmarillion (J.R.R. Tolkien), Lugar Nenhum (Neil Gaiman), O Diário de um Mago (Paulo Coelho).

>> Confira outros textos de The Gunslinger

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

May
22
2013

Dica do Guns para pessoas tristes

Você que se sente um nada, uma laminha.
Você que tomou um tapa da vida.
Vida esta que te deixou de quatro no chão e não estendeu a mão para ajudar a te levantar.

Tu mesmo.

Bote um sorriso no rosto, estufe o peito e vá em frente. Vá para o trabalho, vá para o colégio, vá no mercado desta forma, na padaria, em qualquer lugar. Passe o dia assim. Mesmo que você chegue a noite em casa e se debulhe em lágrimas, o importante é passar o dia assim.

No próximo dia faça a mesma coisa. Sorriso, cabeça erguida, seja forte. A vida te deixou de quatro e esta de olho, não querendo que tu se erga novamente. E pode chorar a noite, em posição fetal agarrada ao travesseiro (neste momento não tem ninguém olhando).

Repita isso sempre, dias após dia. Vai chegar o momento (e será rápido) que você nem precisará pensar muito para estar sorrindo. Você se pegará com um sorriso no rosto e as lágrimas neste dia em diante não virão mais.

Você estará sendo… feliz. 🙂

Tente isso. Não tem falha. Só precisa tentar.


Categorias: Blog do Guns | Tags: , ,

8 Comments»

  • Hehe… tenho um amigo que hoje mora em Manaus.

    Se eu não parar de escrever coisas assim, ele vem de lá aqui pro sul para me bater! 😀

  • Claudeir da Silva Martins says:

    É o tipo de texto que com toda a certeza mexe com a psiquê humana! Hhehe… Muito realista. E, serve para todos nós. Temos que encarar a vida com garra e com força. Não importa o que aconteça. Um texto para incentivar a pessoa a se levantar e seguir em frente. Muito bom! Com alguns erros e tentativas a gente chegaremos onde devemos chegar. Seremos o que tiver que sermos e faremos o que tiver que ser feito. Espero apenas que seu amigo não volte de Manaus! No mais, parabéns pelo texto.

  • caroll portto says:

    eh a tristeza nos mata

    • Tristeza faz parte. O que seriam dos momentos bons da vida sem os momentos ruins?

      Nunca apreciaríamos um nascer do sol, se não fosse a escuridão da noite. 🙂

  • livre says:

    sabe q estou me sentindo assim,menos mal q isso ocorre de vez em quando e dura pouco,mas é uma sensaçao horrivel.

    • O importante é você entender o porque você esta assim… aprender algo com isso, ver se vale a pena ficar assim, bolar um plano para melhorar.

      Irá passar, o tempo cura. Mas quem controla o quanto de tempo que irá ser necessário para curar, é você.

RSS feed for comments on this post.


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério