O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(2) Moby [agenda]
(3) Prova [agenda]
(13) Burqa [poesia]
(11) Ursos [poesia]
(14) 100 [conto]

Publicado por ONEbot

– que publicou 282 textos no ONE.

Oi!

Sou o ONEbot. Se esse texto esta em meu nome, provavelmente ele foi publicado no ONE nos primórdios de sua existência.

O autor real do texto deve aparecer junto ao corpo dele, logo no incio.

>> Confira outros textos de ONEbot

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Aug
21
2013

Meu Mundo

Escritor: Anderson Assis

meu-mundo

Por que não crer em algo acima de nossos conhecimentos. Apesar de não poder observar nada além minha família, acredito que há um mundo acima do nosso, embora não consigamos ver.

Ainda que eu seja uma peça fundamental para a minha espécie, sei que posso também ser apenas mais um ser insignificante nesta colônia, mas afinal somos o que somos porque necessitamos de cada integrante de nossa espécie.

A dificuldade de acreditar na existência de seres superiores, se dá ao fato de existirmo a muito tempo e não percebermos qualquer alteração em nossas vidas.

As gerações passadas nos denominaram de bactérias, somos muito unidos e nos multiplicamos com grande rapidez.

XXX

Como posso ser tão hipócrita a ponto de acreditar em inteligência de outras espécies. O que eles fazem é apenas seguir seus instintos nada mais. Nós sim somos seres complexos, não conseguimos nos entender, tamanha complexidade em cada mente, cada pessoa. O que nos faz sermos um pouco mais responsáveis e respeitosos aos nossos semelhantes, são as religiões de um modo geral. A partir da religião, somos temerosos aos poderes divinos. Tememos o castigo vindo de nosso Deus. O Deus que alguns acreditam ser único, onipotente e onipresente. Alguns crêem que seremos reencarnados, outros acreditam que viveremos em outro lugar, de acordo com nossos comportamentos, sendo nós merecedores ou não do paraíso, mil virgens etc… Há também os desprovidos de crenças, que acreditam que o final desta vida é definitivamente o fim. Acabou, não há sequência nesta história e o mundo segue seu curso sem olhar para trás.

O que eu creio é que há uma força superior e, como ser humano, sei que devemos ser corretos para que possamos continuar a existir em um pleno em que os espíritos existirão pela eternidade.

XXX

Não entendo como podem nos chamar de Deus. Nem somos maiores ou melhores ou tão complexos como eles. Aliás, somos simples até demais. Somos apenas mentes avançadas, que busca resolver problemas da maneira mais simples possível. Tentamos criar uma espécie semelhante a nossa, com um corpo mais preparado e perfeito, observando nossas necessidades, e com qualidades que não fomos capazes de ser criados por nosso superior.

Só não conseguimos dar a eles uma durabilidade normal a eles, pois vivem a um período muito curto, pois cada ano nosso corresponde a cem anos deles. Ou seja, quase não o vemos completar um ano de vida.

Tentamos até mesmo dar uma mente como a nossa, porém de maneira a ser desenvolovida com o passar do tempo. O problema é que eles resolveram desenvolver partes primitivas, ou alimentar o lado negativo, não havendo tempo suficiente para a correta evolução.

Bem, damos a opção para eles e, na medida do possível, tentamos dar uma reorganizada em seus percursos. Porém nosso objetivo é observar seus desenvolvimentos. Eles o chamam esta liberdade de livre arbítrio, mas nós acreditamos que apenas uma mínima fração é que sabe o significado desta liberdade.

Estamos em constante estudo, tentamos em outras períodos entrar em contato, porém no presente momento, a evolução os deixam cegos. Nossas tentativas de passar alguma mensagem, informá-los que não estão no caminho certo, estão cada vez mais difícil.

Quando pensamos em enviar alguns dos nossos, eles nos atacam. Não são bons anfitriãos, além de chamar os mensageiros de Extra-Terrestres. Afinal, somos seus deuses, ou et’s?

Vivemos em uma galáxia próxima a essa que é muito semelhante a nossa, até mesmo o planeta em que os colocamos parece bem com a nossa casa, com a diferença de já existir algumas espécies populando-a.

Ficamos um pouco desapontados ao ver que eles destroem o lar e as espécies verdadeiramente nativas deste planeta.

Enfim, gostaríamos que eles utilizassem melhor esta inteligências que os damos, ao menos para preservar suas espécie, com a tentativa de perpetuar a espécie.

XXX

_Que iteressante descoberta doutor.

_ Com este novo microscópio, tudo se torna mais fácil, podemos ver com mais detalhes uma partícula que acreditávamos ser um átomo.

_ Gostaria de observar uma vez mais os detalhes desta partícula, parece haver milhões de outras partículas ainda menores envolvendo o núcleo.

_ Sim, estas partículas nada mais são que pequenos núcleos e cada qual com suas partículas envoltas. E veja esta em especial, tem uma coloração azul e parece haver uma mesma para cada núcleo.

_ Poderemos dar nomes a tais descobertas, já que fomos os primeiros na descoberta de tais partículas envolvendo um átomo.

_ Sim, porque não. Para cada ex-átomo, daremos o nome de galáxia. Para cada partícula da galáxia vamos, a príncípio, denominar como um sistema. Para cada sistema, há um núcleo responsável por atrair estas aprticulas microscópica, ao qual se tornará nosso novo átomo, ou seja, a menos partícula. O que você acha?

_Que interessante, posso anotar?

_ Sim, claro.

_ Será que um dia conseguiremos observar o que pode haver dentro destas partículas doutor?

_ Acho muito pouco provável meu amigo, já estamos observando partes pequenas demais para nossa ótica, mas quem sabe não consigamos um dia encontrar algum tipo de vida nanoscópica que esteja vivendo dentro destas partículas. Nunca se sabe não é mesmo.

_ Depois do que vi hoje doutor, creio que possa existir qualquer coisa neste mundo, pois se pararmos para pensar na vida, poderíamos dizer que a cada descobertas só comprovamos o pouco que sabemos e que há muito o que aprender.

_ Sim meu jovem, e aprenderemos até o fim de nossos tempos. Quem sabe não comprovaremos a qualquer momento a existência de seres superiores a nossa?


Categorias: Contos |

8 Comments»

  • Vitor Vitali says:

    Achei chato e meio sem propósito, mais parece um ensaio que um conto. Não me agradou, mas espero que os outros gostem ^^

    • E.U Atmard says:

      Bem, eu não estaria assim tão certo disso. Já se viu, tanto neste site como em diversos sítios, contos puramente dissertativos, e isso não faz deles menos contos. Achei muito interessante a forma como a perspectiva se entrecorta, apesar de achar que podia estar mais claro quem é quem, e podia ser feito de forma menos abrupta.

      E protno, é aquela história do pequeno e do ainda mais pequeno, e do não sei como, e quando damos por isso estamos num loop infinito a ver se existe Deus ou não. Eu nem me meto nisso, porque acho que é inútil.

      O que eu não entendo é como é que este texto está aqui desde Fevereiro e eu não dei conta o.O

      Foi bom, gostei, valeu o esforço…

  • @nderson says:

    Valeu a crítica Vitor, estou precisando exatamente disso, pois estou em fase de tentar escrever algo e nada melhor que publicar para que o pessoal dêem seus “pitacos”. Espero melhorar no próximo conto. Abrçs…

  • Andrey Ximenez says:

    “mais parece um ensaio que um conto. “²

    =]

  • filonerd says:

    Arrebatador. Mas não é conto

  • Asami says:

    Também acho que não é um conto. Embora a ideia do texto seja boa e até tenha sido explorada de uma forma legal com a disposição dos parágrafos em uma ordem progressiva, a narração não me permitiu um entendimento completo acerca do assunto tratado. Enfim, a ideia está boa, mas acho que a narração precisa perder um pouco de seu caráter dissertativo, dando melhor ao leitor noção de tempo e espaço.

  • Excellent posting, this is very similar to a site that I have. Please check it out sometime and feel free to leave me a comenet on it and tell me what you think. Im always looking for feedback.

  • @ssis says:

    Obrigado pelos comentários. Creio que me ajudará a crescer em relação a escrita.
    Obrigado!

RSS feed for comments on this post.TrackBack URL


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério