O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

Publicado por Claudeir da Silva Martins

– que publicou 34 textos no ONE.

Claudeir da Silva Martins nasceu em 1987, na cidade de Cachoeira Paulista – SP.
Sou defensor do meio-ambiente e gosto de escrever contos de reflexão sobre a importância de proteger as matas e florestas.

Nota: Aqui é minha base de operação e meu espaço de experimentação literária, ou seja, aqui você pode encontrar histórias com começo, mas sem fim, com técnicas diferentes de narrativa. No mais, agradeço aos comentários desde já.

>> Confira outros textos de Claudeir da Silva Martins

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Dec
24
2013

O pato do gigante

O pato voou sobre a cerca do gigante.

TUM, TUM, TUM… (Passos de gigante).

 – Onde está meu pato? – Pergunta ao papagaio.

– Voou pro mato.

 No mato…

– Onde está o pato? – Pergunta pro índio.

– Foi pro rio.

 No rio…

– Para onde nadou meu pato? – Pergunta pro canoeiro.

– Nadou pra cidade.

  Na cidade…

 – Onde está meu pato? – Pergunta ao prefeito.

– Debaixo do carro.

– Onde está o carro? – Gigante quer saber.

– Todo esmagado.

– Onde, onde? – Gigante pergunta todo assustado.

– Debaixo do teu sapato.

– Não! – Nega o gigante.

– Sim, e tu terás de pagar outro carro para mim. – Exige o prefeito.

 

Então o gigante chora…

 

Sem entender o motivo de tanto choro, o prefeito pergunta:

– Por que choras gigante?

– Porque meu pato morreu esmagado.

– Não chores gigante; é só um pato, ainda existem muitos outros nesse mundo. – Diz o prefeito.

– Mas esse era o único que comia carvão e botava diamante. – Lamenta o gigante, em profundo luto pela morte do pato.

 

 

 


Categorias: Agenda | Tags: , , , ,

2 Comments»

  • gilcar carvalho says:

    olá. moral da história( na minha concepção): Algo comum ( o pato) q por sua diferença fazia coisas maravilhosas e coisas maravilhosas podem ser feitas por coisas (pessoas) comuns. abrç

RSS feed for comments on this post.


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério