O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(8) Uno [agenda]
(0) Olga [agenda]
(0) ERROR [agenda]
(0) Ela [agenda]
(3) Pogo [agenda]

Publicado por Evandro Furtado

– que publicou 95 textos no ONE.

Ocupações: Estudante de Letras (sim, isto é ocupação) e escritor amador em tempo vago.

Base de operações: Lavras/MG (por mais que eu duvide que esteja realmente aqui, às vezes).

Interesses: Cinema, música, literatura, professional wrestling e uma boa pizza se for possível.

Autores Influentes: Stephen King, Dan Brown, Agatha Christie, Paulo Coelho, Tolkien.

Objetivos: Parafraseando o Coringa de Heath Ledger: “I just do things!”

>> Confira outros textos de Evandro Furtado

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Mar
15
2014

My Sweet Ballerina

Danças sobre as ondas do mar

E como brisa antes da chuva

Desaparece sem dar notícia

Pois és livre do mundo

Não deves satisfação a ninguém

Cada passo seu é como um completo ato de dança

No mais belo dos teatros

Em um número regido pela mais bela das orquestras

Na qual eu tanto desejo ser maestro

Oh Ballerina, quem és tu?

Quais segredos escondem?

Estes teus véus de beleza

Estas sapatilhas de princesa

De um mundo que não existe

Um enigma em um mundo racional

É este teu mistério

Ao qual me delego a missão de decifrar

E os teus olhos que refletem a luz da lua

Mostram muito mais do que afirmas

Ser a verdade

És algo mais, isto eu sei

O que?

Descobrirei!

Sigo teus passos, na noite escura

E as lâmpadas fracas iluminam o caminho

De um homem que perdeu a esperança

Mas a persegue com perseverança

Pois deseja ser feliz

Sua doçura que encanta

Não sei de onde vens

Ou para onde vais

E o que me importa

Se não estarei ao seu lado

Nos momentos mais felizes

E nos mais tristes também

As luzes se apagam

O baile acabou

E eu continuo no salão


Categorias: Agenda |

3 Comments»

  • Balé dói, garanto a vc. O truque é parecer q não, lembro do meu prof “está doendo? não? então tá fazendo errado!” bailarinas dão boas histórias de drama e terror, mas vc fez uma linda poesia. por todas nós eu agradeço, obrigada pela lembrança!

    • Evandro Furtado says:

      Não fazia ideia de que era bailarina, Maria. Interessante…

      Esse texto é uma prova de que aquela baboseira de escrever título final é mesmo bobagem. O título me veio na cabeça, achei bonito e resolvi escrever. Que bom que gostou!

RSS feed for comments on this post.


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério