O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

(8) Uno [agenda]
(0) Olga [agenda]
(0) ERROR [agenda]
(0) Ela [agenda]
(3) Pogo [agenda]

Publicado por Evandro Furtado

– que publicou 95 textos no ONE.

Ocupações: Estudante de Letras (sim, isto é ocupação) e escritor amador em tempo vago.

Base de operações: Lavras/MG (por mais que eu duvide que esteja realmente aqui, às vezes).

Interesses: Cinema, música, literatura, professional wrestling e uma boa pizza se for possível.

Autores Influentes: Stephen King, Dan Brown, Agatha Christie, Paulo Coelho, Tolkien.

Objetivos: Parafraseando o Coringa de Heath Ledger: “I just do things!”

>> Confira outros textos de Evandro Furtado

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Apr
09
2014

As Vozes da Anarquia

Silêncio

Não diga nada

Não fale nada

Você não sabe

 –

Bicho de estimação

Homem controlado

Fonte de ignorância

 –

Quando vai despertar?

Quando seus olhos vão se abrir?

Pra ver a injustiça, a dor

 –

Revolta

O coração acelera no peito

A voz luta pra sair

Quero gritar!

Quero dizer ao mundo: não concordo

 –

Não sou escravo

Não quero ser submisso a uma abstração

O Estado é o Povo

Queimem as bandeiras

Rasguem a constituição

Gritem por liberdade

 –

Levantem

Ergam-se

Mostrem sua força filhos da anarquia

Senhores de si

Donos de si

 –

Somos maiores que eles

Podemos vencer

Venceremos

Eles terão que ouvir nossa voz

Nosso grito

E se nos ignorarem

Sentirão

 –

Sentirão nossos braços erguidos

O símbolo máximo da resistência

Nossas vozes dizendo: Não

 –

Liberte-se

De toda lei, de toda a ordem

Deixe o caos dominar

Sejamos senhores do caos

O mundo é nosso

 –

O que eles vão fazer quando perceberem que estamos chegando?

Esconderão em seus calabouços?

Chamarão por seus exércitos?

E que exército é tão grande a ponto de nos parar?

Nós, que somos levados pelos nossos corações

Gritamos alto

 –

Eles nos ouvirão, irmãos

Sentirão medo

E aqueles que se submeteram cairão junto

Escravos do sistema

Fracos

 –

Quando os papéis queimares

E os arquivos virtuais desaparecerem

A burocracia desapareceu

O Estado ruiu

O sistema caiu

 –

O que eles vão fazer, irmãos?

Quando ouvirem nossos gritos

Nossos sussurros

 –

O que eles vão fazer

Quando ouvirem as vozes da anarquia

Em suas almas?


Categorias: Agenda |

No Comments»

RSS feed for comments on this post.


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério