O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

Publicado por Tainara@gmail.com

– que publicou 4 textos no ONE.

>> Confira outros textos de Tainara@gmail.com

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Oct
01
2015

Sem solidão

Era um dia quente, o sol brilhava os pássaros cantavam, a rua estava movimentadas todas as crianças brincavam lá fora exceto Charlie, o garoto olhava arrebatado pela janela, parecia ser tão agradável sorrir com outras crianças, o mundo parecia tão feliz, o menino se sentiu tentado á abrir a porta e correr mas logo afastou a ideia da cabeça, lá não era bom, ninguém o entendia, sair não iria lhe fazer bem além de deixar o senhor zangado. Fechou a persiana e a sala foi tomada por sombras deformadas, era tão frio, era tão sujo, mas o cheiro de mofo o deixava calmo, era tão escuro, era tão sinistro, mas a falta de luz era aconchegante, era tão quieto, era tão triste, mas não era solitário, havia alguém lá e eles conversavam, mesmo que fosse apenas um monólogo.


Categorias: Agenda |

No Comments»

RSS feed for comments on this post.


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério