O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

Publicado por M?

– que publicou 1 textos no ONE.

Não há muito pra falar, meu maior motivo de estar aqui talvez seja o mesmo motivo de muitos, muito tempo preso à alguém que não o vê, se você quer ler algo legal, não continue, se quiser ler algo meio meloso com um pouco de solidão, está no lugar certo.

>> Confira outros textos de M?

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Oct
20
2015

Espinafre.

É, passei tanto tempo te olhando, ano após ano, nunca tive coragem de ir até você, afinal, você é maneira, tem todo sua poesia dentro de si, doa alegria em cada sorriso, sua pintinha no canto esquerdo da boca, já dei até apelido, que só eu sei, é, é estranho compartilhar isso com alguém, que não sei quem, mas vou continuar, com a globalização está tudo tão fácil né? Como já sabia que nunca teria coragem de conversar pessoalmente com ela, resolvi apelar por uma rede social, bem útil né? É, ela me respondeu, conversamos sobre alguns assuntos não muito interessantes, parecia que estava respondendo apenas por educação, sei lá, resolvi deixar isso pra lá, mas como? Se em uma manhã que tudo não estava muito maneiro, você me olha de longe com um sorriso lindo no rosto e me abraça? Cara, sério, isso é covardia, ainda mais com esse cheiro de algum flor que nem sei o nome, parece que viciei naquele momento, seria está a mimha chance de tentar algo? Aaaaah não sei, bolei mil e um planos na minha cabeça, estava tudo certo, era só esperar você passar e e te convidar para sentar, falar sobre alguma coisa maneira, e me abrir, não é assim que as pessoas nos apoiam nessa horas? “Fala pra ela o que tu sente”, tá, já estava planejado né? Lembra da rede social, aquela que me ajudou a conversar com ela e perder esse medo? Pois é, foi tudo por água abaixo quando me deparei que ela já tinha mil e um carinhas muito mais atraentes em seu pé, e eu aqui, mó perdido na vida, desengonçado, nunca fui nenhum tipo de garoto que ela costumava, andar, arrumadinho e tals, sempre estive meio largado pelo colégio, com meus amigos, sem chamar muita atenção, então como iria conquistar ela? Difícil, sim, acho que acabei desistindo, estava aqui sem sono, abri a janela, peguei uma caneta e comecei a escrever, talvez alguém me intende do outro lado, queira falar que desisti fácil, e que certas características não são nada, mas vou optar por escrever muitas noites sobre ela, é triste e meio “meloso” (bastante né cara), mas nem sei o quê fazer, vou deitar na calçada e contar as estrelas, quem sabe, elas são finitas e ninguém sabe.


Categorias: Agenda | Tags:

No Comments»

RSS feed for comments on this post.


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério