O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

Publicado por Estranho jeito de pensar

– que publicou 1 textos no ONE.

Confusa com o meu Ser, Estranha Tentando perceber O Que O Mundo tanto deseja »Missão Impossível mas porem entendível

>> Confira outros textos de Estranho jeito de pensar

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

Mar
11
2016

Desabafo de uma Estranha

Desabafo de uma Estranha.
Oi meu nome é October, tenho 23 anos de idade se estiveres a ler isto é porque certamente a minha alma esta morta sim literalmente morta, cansada de tanta cobrança, cansada de tanto dizerem o que faço de errado mas será que não vem que também sou humana que também erro que caiu, que choro, que tenho a mesma pele que todos vocês mas porquê que so a mim me cobram só a mim vem os defeitos já vos passou pela mente que talvez eu esteja morrendo por dentro dai o motivo de me afastar de tudo e de todos?
sim sou a culpada por não me aproximar de muitos por vezes, mas não sou culpada de querer Paz pra mim! me sinto um mobile presa no teto de um quarto girando de um lado para o outro sem rumo sem direção somente presa num lugar tão alto as vezes gostaria de dizer pra todo mundo que prefiro morrer do que aturar as vossas cobranças que matam a minha alma estou tão cansada quero desaparecer, se sou culpada não sei isso depende da perspectiva de cada um so vemos os erros dos outros e não o nosso pelo menos eu sei que estou errada embora não admitindo sei disso, mas os meus atos nem sempre ditam a minha personalidade, não sou uma má pessoa apenas tenho conflitos internos como qualquer um.
O conceito Bipolar acho que se enquadra bem pra mim, sofro e sorriu dependendo da estação , ja fiz coisas erradas sim várias vezes e continuo fazendo e irei fazer até onde me conheço por pessoa se isso for um pecado me crucifiquem que sou uma pecadora nata e não me envergonho disso. Magoei pessoas que me queriam bem e ajudaram sim fiz isso não irei agradar a todos, mas será que eles sabem ao menos que eu não estou bem ?
Estou numa guerra comigo mesma, não so sentimental, luta espiritual, estudantil; também sofro! vocês sofrem mas eu não estou feliz  so  sei como é ser diferente e isolada, só saberás quando estiveres do meu lado até lá continua a julgar como bem quiseres eu sou um fracasso como pessoa, estou presa na minha mente sem ajuda , eu falo com pessoas que não me compreendem, se morrer hoje de certeza que vou para o inferno, sim lá é o meu lugar a todos que magoei peço desculpa de coração eu nãó queria isso pra ninguém, a minha mãe mulher mais batalhadora que já conheci, aos meus avôs que tanto me ajudaram vocês são a minha inspiração apesar de eu não saber valorizar isso amo vos de coração.
Se um dia virem a ler isso, saibam que estou em Paz agora apesar de não saber para onde vou acho que terei de descobrir quando lá chegar….

Categorias: Agenda |

No Comments»

RSS feed for comments on this post.


Leave a Reply

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério