O Nerd Escritor
Feed RSS do ONE

Feed RSS do ONE

Assine o feed e acompanhe o ONE.

Nerds Escritores

Nerds Escritores

Confira quem publica no ONE.

Quer publicar?

Quer publicar?

Você escreve e não sabe o que fazer? Publique aqui!

Fale com ONE

Fale com ONE

Quer falar algo? Dar dicas e tirar dúvidas, aqui é o lugar.

To Do - ONE

To Do - ONE

Espaço aberto para sugestão de melhorias no ONE.

Blog do Guns

Blog do Guns

Meus textos não totalmente literários, pra vocês. :)

Prompt de Escritor

Prompt de Escritor

Textos e idéias para sua criatividade.

Críticas e Resenhas

Críticas e Resenhas

Opinião sobre alguns livros.

Sem Assunto

Sem Assunto

Não sabemos muito bem o que fazer com estes artigos.

Fórum

Fórum

Ta bom, isso não é bem um fórum. :P

Projeto Conto em Conjunto

Projeto Conto em Conjunto

Contos em Conjunto em desenvolvimento!

Fan Page - O Nerd Escritor

Página do ONE no Facebook.

Confere e manda um Like!

@onerdescritor

@onerdescritor

Siga o Twitter do ONE!

Agenda

Agenda

Confira os contos e poemas à serem publicados.

Login

Login

Acesse a área de publicação através deste link.

conto da noiteO Conto da Noite
Rituais
As pessoas trabalhavam felizes em meio aos limoeiros. Homens e mulheres contentes colhiam os frutos que surgiam abundantemente naquele lugar.

Em meio ao tumulto, um casal arrumava tempo para brincar.


Publicado por Evandro Furtado

– que publicou 95 textos no ONE.

Ocupações: Estudante de Letras (sim, isto é ocupação) e escritor amador em tempo vago.

Base de operações: Lavras/MG (por mais que eu duvide que esteja realmente aqui, às vezes).

Interesses: Cinema, música, literatura, professional wrestling e uma boa pizza se for possível.

Autores Influentes: Stephen King, Dan Brown, Agatha Christie, Paulo Coelho, Tolkien.

Objetivos: Parafraseando o Coringa de Heath Ledger: “I just do things!”

>> Confira outros textos de Evandro Furtado

>> Contate o autor

* Se você é o autor deste texto, mas não é você quem aparece aqui...
>> Fale com ONE <<

15

X-Bacon – Projeto Conto em Conjunto, Capítulo Dezoito

xbacon

Nove horas antes.

A última coisa que Bernardo ouviu foi Renato lhe dizendo que ele precisava ver alguma coisa. Quando a enorme tela na parede mostrou Bruna, ele não registrou nada mais. Sua irmãzinha, aquela que sempre foi a princesinha da casa, ainda que tivesse um temperamento e uma personalidade mais fortes do que Bernardo já vira em alguém com uma aparência tão frágil, estava praticamente irreconhecível! Como se não bastasse toda a loucura das últimas, o quê? 24, 48 horas? Bernardo já nem era capaz de dizer. Perdera a noção há muito tempo. Só sabia que não dormia desde quinta-feira de manhã, quando se levantou para ir a faculdade e, mais tarde, foi com Olavo a lanchonete de Zezinho. E hoje era que dia, afinal? Sexta, sábado?

(more…)

Publicado por Belle em: Conto em Conjunto,Contos |
14

X-Bacon – Projeto Conto em Conjunto, Capítulo Dezesseis

xbacon

“Charles,

É um rapaz difícil de interceptar, soube pelo meu pai que viria procurar-me e correspondi prontamente, estamos ansiosos por tê-lo conosco. Como amiga devo comentar que a estratégia de cobrar informações do hamburgueiro sobre o Branca de Neve com pressão psicológica foi interessante, eu mesma não a utilizei porque o conhecendo bem, calculo que nesses dezoito anos teve tempo suficiente para proteger seu projeto inclusive de si mesmo. Prefiro provocá-lo e esperar que cometa outro deslize, gosta daquelas crianças de um modo muito estranho, é como se as pusesse sob risco desejando defendê-las. No entanto não são tais crianças nosso assunto, e sim a juventude contemporânea massacrada por uma cultura imunda, falta de oportunidades e excesso de libertinagem sem qualquer direcionamento moral.

(more…)

Publicado por Maria Oliveira em: Conto em Conjunto,Contos |
22

X-Bacon – Projeto Conto em Conjunto, Capítulo Dezessete

xbacon

Da janela de seu apartamento, Zimmer fitava o por do Sol no horizonte. Nas caixas de som instaladas no quarto, a ópera Die Walküre, de Wagner, soava. A alguns metros, em sua cadeira de rodas, Hitler parecia, especialmente, apreciar a obra, principalmente quando The Ride of the Valkyries, sua parte mais famosa, toava.

Ao som da canção, o cérebro de Zimmer parecia funcionar melhor, como que levado pelo compasso que estimulava seus neurônios a dançarem no grande teatro que havia em sua mente.

Ele ponderava os fatos. Afinal, se Charles Manson de fato aliara-se a Cássia, as coisas poderiam dar muito errado. O ex-presidiário era um líder nato e um grande estrategista, apesar da idade avançada. É por isso que, ele acreditava, chegara o momento de utilizar a carta que guardava na manga.

(more…)

Publicado por Evandro Furtado em: Conto em Conjunto,Contos | Tags:
6

X-Bacon – Projeto Conto em Conjunto, Capítulo Três

xbacon (1)

Bernardo ainda tentava digerir a informação sobre ser adotado quando o telefone de casa tocou. Atravessaram cuidadosamente o corredor e Bernardo foi direto conferir o número no identificador. Foi fácil reconhecer de onde chamavam, apesar de todos preferirem fazer o lanche no local, aqueles números eram bem visíveis no letreiro da lanchonete.

– Alô? Rosângela?

Era a voz do Zézinho, Bernardo quase atendeu, mas Carol impediu, fazendo o garoto estranhar seu jeito, parecia tão corajosa e tremia com a voz do vendedor de hambúrgueres?

(more…)

Publicado por Maria Oliveira em: Conto em Conjunto,Contos |
19

X-Bacon – Projeto Conto em Conjunto, Capítulo Quinze

xbacon (1)

O olhar de Caleb perdia-se enquanto seus dedos tamborilavam de forma silenciosa pela mesa, uma mania de criança que passou a ser executada no mute após constantes reclamações. Mas, o que fazer? Jamais tivera voz naquelas reuniões, o que o irritava profundamente. Apenas Efraim, seu superior, podia tratar diretamente com a Senhora. “Senhora um caralh…”, censurou seu próprio pensamento. Diante da mordaça ordenada, as pontas dos dedos contra a mesa funcionavam como uma passagem mágica para uma “Nárnia” de reflexões, planos e arrependimentos.

(more…)

Publicado por J.Nóbrega em: Conto em Conjunto,Contos |

Powered by WordPress. © 2009-2014 J. G. Valério