Noz da Índia – Emagrece ou é Tóxica?

A todo momento surge uma grande variedade de novos produtos no mercado, ainda mais com a promessa de perda de peso, uma delas é a noz da índia que vem despertando o interesse de muitas pessoas.

Então, se você quer saber mais sobre ela continue lendo e descubra as verdades, mentiras e tudo mais que você precisa saber sobre a noz da índia. Vamos lá!

Mas afinal, o que é a noz da índia?

A noz da índia é um tipo de semente que tem a sua venda proibida pela Anvisa no Brasil. Seu nome científico é Aleurites moluccanus e a ela foi atribuído o benefício do emagrecimento.

O que mais atrai as pessoas é que ela é um ingrediente totalmente natural e, além do emagrecimento, possui diversos outros benefícios associados, veja:

  • Redução do colesterol e triglicerídeos;
  • Combate a celulite;
  • Redução da fome e do desejo por doces;
  • Diminuição da ansiedade;
  • Prevenção da prisão de ventre;
  • Aumento da sensação de saciedade, pois possui muitas fibras;
  • Melhora da pele e aumento do brilho dos cabelos.

Gostou dos benefícios da noz da índia?

E a noz da índia emagrece mesmo?

Primeiramente é preciso alertar que existem muitos produtos sendo comercializados atualmente como noz da índia, porém existe um deles que é muito tóxico para o organismo.

Essa noz falsa possui o nome de Thevetia peruviana e quando associada com determinados medicamentos pode acabar gerando graves consequências para a saúde, levando até mesmo à morte.

A verdadeira noz da índia tem a cor esbranquiçada, a casca aveludada e felpuda com um pequeno talo na ponta.

Esse é o verdadeiro produto que oferece o benefício do emagrecimento e age diretamente na gordura localizada, evitando ainda que a gordura dos alimentos se acumulem no tecido adiposo. Dessa forma, a gordura que não foi armazenada acaba sendo eliminada nas fezes.

Como consumir a noz da índia?

A noz da índia possui em sua composição 64,5% de gorduras, 48% de carboidratos, 19% de fibras e 3,3% de proteínas. Por isso, embora tenha uma gordura considerada saudável, essa semente pode ter efeitos maléficos se for sem orientação ou em excesso, visto o seu altíssimo teor de calorias.

É justamente por isso que o recomendado durante a primeira semana é que se coma apenas 1/8 de uma semente, pela manhã, podendo ser antes do café ou do lanche.

Vale lembrar ainda que o ideal é fazer uma infusão de 5 minutos e tomá-la todos os dias.

Outra dica importante é tomar bastante água durante o dia enquanto estiver consumindo a noz da índia, visto que ela tem efeito diurético e laxante.

Sendo assim, é indicado tomar pelo menos 2 litros de água por dia, que já é o recomendado como medida diária.

A partir da segunda semana é possível ingerir ¼ da semente, também no turno da manhã, podendo ser antes do café ou do lanche. A recomendação para a ingestão de líquidos é a mesma.

Como a noz da índia ainda não possui muitos estudos em humanos, o ideal é não consumir mais do que essas quantidades indicas, afinal, pode causar efeitos adversos.

Efeitos colaterais

Como já foi dito, não existem muitos estudos a respeito, entretanto, existem alguns efeitos colaterais e contraindicações que provêm da observação do uso em variadas pessoas, sem nenhum parâmetro cientifico. Alguns efeitos colaterais, são:

  • Gases;
  • Diarreia;
  • Náuseas;
  • Problemas digestivos e gástricos;
  • Hipotensão;
  • Desidratação

É fundamental ter cuidado ao consumir a noz da índia, mesmo ela tendo se tornado muito popular no Brasil como uma semente milagrosa para a perda de peso, entretanto, não existem estudos suficientes para comprovar sua eficácia.

Fonte:http://diarioradical.blog.br/phyto-power-caps-funciona/